Opinião da Direx: serviço essencial, promoção, progressão e tempo 

Afisa-PR

Opinião da Direx: serviço essencial, promoção, progressão e tempo 

E o fiscal agropecuário do Paraná, em serviço essencial em plena pandemia com pandemônio?

 

Direx 18

 

A matéria Vitória do SindSaúde-PR! Progressões e Promoções serão pagas ainda em janeiro! do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde Pública do Estado do Paraná (SindSaúde-PR) de 7 de janeiro de 2021, afirma:

 

"Uma boa notícia para começar bem o ano de 2021! O governo paranaense está implementando as progressões e promoções das servidoras e dos servidores da Secretaria de Estado da Saúde (SESA-PR) e os pagamentos serão feitos ainda em janeiro.

Opinião da Direx: mais maldades pela frente!

Afisa-PR

Opinião da Direx: mais maldades pela frente!

A estratégia política (indireta) anti-subsídio do governo estadual em gravíssimo prejuízo do fiscal agropecuário do Paraná

 

Direx 18

 

A notícia Reforma administrativa volta à pauta do Congresso este ano; veja o que muda para os servidores do Extra de 11 de janeiro de 2021, com relação à "progressão de carreira", afirma que o texto da reforma administrativa [por nós chamada de d-eforma administrativa] "[...] veda a concessão de progressão ou promoção baseada exclusivamente em tempo de serviço. [...]"

Parece que o governo estadual tem uma clara estratégia política que preconiza a adoção de uma sucessão de políticas (indiretas) anti-subsídio em gravíssimo prejuízo do fiscal agropecuário do Paraná. 

Veja: 

Parte II - governo cria mais um mecanismo indireto anti-subsídio em prejuízo do fiscal agropecuário

Afisa-PR

Parte II - governo cria mais um mecanismo indireto anti-subsídio em prejuízo do fiscal agropecuário

Lei Complementar 231/2020: mais um mecanismo indireto anti-subsídio em prejuízo do fiscal agropecuário do estado!

 

O rato roeu

 

O governo estadual, com o apoio dos seus aliados políticos no legislativo, aprovou o projeto de lei complementar 19/2020 que derivou na Lei Complementar 231 de 17 de dezembro de 20201. Este lei complementar contém mais um mecanismo indireto anti-subsídio (através do ataque frontal contra a promoção, a progressão e o tempo para fins de aquisição de direito) em prejuízo do fiscal agropecuário do estado.

Qual mecanismo indireto anti-subsídio?

Parte III - governo suspende o pagamento da 2ª parcela da data-base de 2019

Afisa-PR

Parte III - governo suspende o pagamento da 2ª parcela da data-base de 2019

Despacho governamental: o subsídio do fiscal agropecuário do Paraná já acumula uma real redução de quase 20%ou 1/5 da remuneração

 

O rato roeu

 

Através do despacho governamental de 8 de janeiro de 2021, o governo suspendeu o pagamento da 2ª parcela (1,5%) da data-base de 2019 impondo mais um grave prejuízo contra o subsídio do fiscal agropecuário do Paraná.  

Funcionou a manobra política de retirar da discussão do orçamento de 2021 a questão da suspensão dos subsequentes reajustes gerais anuais: posteriormente, a primeira iniciativa do governo foi suspender o pagamento da parcela em questão em virtude da "falta de orçamento" e da zoonótica pandemia (Covid-19) em curso. 

Parte I - governo cria mais um mecanismo indireto anti-subsídio em prejuízo do fiscal agropecuário 

Afisa-PR

Parte I - governo cria mais um mecanismo indireto anti-subsídio em prejuízo do fiscal agropecuário 

Lei 20.431/2020: mais um mecanismo indireto anti-subsídio em prejuízo do fiscal agropecuário do estado! 

 

O rato roeu

 

O governo estadual, com o apoio dos seus aliados políticos no legislativo, aprovou o projeto de lei 248/2020 que derivou na Lei 20.431 de 15 de dezembro de 2020. Esta lei contém mais um mecanismo indireto anti-subsídio (através do ataque frontal contra a promoção, a progressão e o tempo para fins de aquisição de direito) em prejuízo do fiscal agropecuário do estado. 

Qual mecanismo indireto anti-subsídio?