Um longo passado pela frente

 

Por Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)

 

 

À maioria que integra a CFDA: estude os acontecimentos do passado para compreender o presente e vislumbrar (as reais – e não ilusórias – possibilidades) o futuro.

À maioria que integra a CFDA: recomendamos a leitura/estudo dos documentos juntados ao protocolado nº 15.231.345-4 [...] falecido no final de 2018.

Reflita: foram os então "patrões" da época que reivindicaram ao governo que serviam a "readequação" e a "salvação geral", e... nada, nem uma vírgula foi atendida, pois os tempos já eram neoliberais (o último bonde para a CFDA passou em 2015 quando manjadíssimos quintas-colunas pró-"patrões" minaram a tentativa de greve por tempo indeterminado no setor)!

Alô lideranças do FES!

 

Por Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)

 

É gravíssimo problema causado pela sistemática negação do reajuste geral anual (RGA)! 

Não seria o caso de radicalizar a luta coletiva contra o desgoverno neoliberal em turno pelo que em tese é ancorado na realidade, ou seja, pelo cumprimento tanto da Lei 18.493/2015 (RGA que deveria ter sido pago em janeiro de 2017) como da Lei 19.912/2019 (RGA parcelado em 1,5% e 1,5% que deveria ter sido pago, respectivamente, em janeiro/2021 e janeiro/2022)?

 

 

Attachments:
Download this file (dia-do-basta_page-0001.pdf)Carta pública "DIA DO BASTA!".pdf[ ]921 kB

Dissolver a CFDA/QPA em balaio de gatos dá nisso!

 

Por Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)

 

 

Com relação à promessa de implantação/pagamento da promoção/progressão com "direito adquirido" (obviamente um "direito" formal, em se tratando de um governo [sic!] neoliberal): 

Dissolver a CFDA/QPA em balaio e gatos dá nisso!

A falência da carreira exclusiva de estado!

 

Por Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)

 

 

Pois é. Agora é tarde. A vaca já foi para o brejo e de lá não sairá tão cedo!

A carreira exclusiva de estado também faliu.

E as crianças daqui, como ficam?

 

Por Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)

 

 

Na matéria EUA proíbem o agrotóxico clorpirifós desta Afisa-PR:

 

"Durante esse tempo", escreveu o juiz Jed S. Rakoff em sua decisão de abril passado para o Nono Circuito ordenando que a EPA tomasse uma decisão final sobre a segurança do clorpirifós, "o flagrante atraso da EPA expôs uma geração de crianças (...) a níveis inseguros de clorpirifós".

 

E as crianças daqui, como ficam?