NOTÍCIAS DA AFISA-PR

Vírus da PSA pode sobreviver viável após viagem transoceânica de 30 dias 

Afisa-PR

Vírus da PSA pode sobreviver viável após viagem transoceânica de 30 dias

Um estudo científico conduzido por pesquisadores veterinários norte-americanos investigou o possível risco de o vírus da peste suína africana (PSA) se disseminar através da importação de ingredientes vegetais utilizados na fabricação de ração para suínos

 

ASF quaratine

Crédito imagem: https://tabloid.ph

 

A notícia ASF can survive a 30-day transoceanic Voyage (por Vincent ter Beek) do Pig Progress de 4 de outubro de 2019, informa que o estudo Half-Life of African Swine Fever Virus in Shipped Feed, conduzido por pesquisadores veterinários norte-americanos e publicado na revista Emerging Infectious Diseases, revela que o vírus da peste suína africana (PSA) pode sobreviver viável após viagem transoceânica de 30 dias. 

O vírus da PSA é transmissível através do consumo pelos suínos de alimentos contaminados. Esse estudo determinou a sobrevivência desse vírus durante uma viagem transoceânicae calculou suas meias-vidaem 9 ingredientes vegetais utilizados na fabricação de ração animal expostos às condições de uma viagem marítima simulada de 30 dias. As meias-vidas variaram de 9,6 a 14,2 dias, indicando que o ambiente da matriz alimentar (ingrediente vegetal utilizado na fabricação de ração animal) promove a estabilidade do vírus da PSA.

Leia mais...

PSA na China impacta a exportação de soja brasileira 

Afisa-PR

PSA na China impacta a exportação de soja brasileira 

Não se deve subestimar a fiscalização agropecuária pública: a epidemia de peste suína africana (PSA) na China transcende a saúde animal e impacta a exportação de soja brasileira

 

Exportacao soja PSA

Descarregamento de soja em um porto chines. Imagem: TPG/Getty Images

 

A notícia China's COFCO says soy exports from Brazil to slump on African swine fever crisis; corn to jump (por Roberto Samora e Marcelo Teixeira) da Reuters de 24 de setembro de 2019, dá conta que a trader estatal chinesa de commodities agrícolas China National Cereals, Oils and Foodstuffs Corporation (COFCO) espera "uma queda acentuada na quantidade de soja que exportará do Brasil [com destino à China] este ano" devido à epidemia de peste suína africana (PSA) na China, epizootia que reduziu a demanda por ração para suínos.

Dois executivos da COFCO disseram à Reuters "esperar que o fornecimento de soja no Brasil à China caia de 7 milhões de toneladas em 2018 para 5 milhões em  2019". Por outro lado, "a exportação de milho saltará neste ano para 3,8 milhões de toneladas, ante 2,5 milhões no ano passado".

Leia mais...

Agrotóxicos: estudo escocês revela a escala de suicídios por envenenamentos auto-infligidos intencionalmente

Afisa-PR

Agrotóxicos: estudo escocês revela a escala de suicídios por envenenamentos auto-infligidos intencionalmente

Desde 1960, cerca de 15 milhões de pessoas em todo o mundo se suicidaram por envenenamentos auto-inflingidos intencionalmente por agrotóxicos, alerta o estudo escocês How many premature deaths from pesticide suicide have occurred since the agricultural Green Revolution? 

 

Crianças indianas lamentam a morte do pai 

Crianças perto de Nagpur, Índia, lamentam a morte de seu pai por suicídio por agrotóxico. Crédito imagem: The National 

 

Segundo a notícia Scale of suicides by pesticide poisoning revealed (por Universidade de Edimburgo) da Medical Press de 11 de setembro de 2019, desde 1960, cerca de 15 milhões de pessoas em todo se suicidaram  por envenenamentos auto-infligidos intencionalmente por agrotóxicos, conforme o estudo How many premature deaths from pesticide suicide have occurred since the agricultural Green Revolution? publicado em 9 de setembro de 2019 no Journal Clinical Toxicology, realizado por pesquisadores da Universidade de Edimburgo.

Nesse estudo, os pesquisadores escoceses alertam que durante a chamada "Revolução Verde", a introdução de agrotóxicos perigosos nas comunidades rurais pobres — quando nas décadas de 1950 e 1960 as novas tecnologias provocaram uma explosão na produção de produtos agrícolas — "é responsável por muitas dessas" milhões de mortes.

Attachments:
Download this file (How many premature deaths from pesticide suicide have occurred since the agricultural Green Revolution.pdf)How many premature deaths from pesticide suicide have occurred since...[Ayanthi Karunarathne, David Gunnell, Flemming Konradsen & Michael Eddleston]1072 kB
Leia mais...

Reino Unido: proibição do trânsito de animais pode ser economicamente prejudicial 

Afisa-PR

Reino Unido: proibição do trânsito de animais pode ser economicamente prejudicial

Um estudo realizado por pesquisadores das universidades de Warwick e Bristol e do Colégio Imperial de Londres concluiu que a proibição do trânsito de animais em ampla escala, como forma de controle de surtos de doenças, pode se mostrar economicamente prejudicial

 

 FMD note

Crédito imagem: Wikipedia & 2001 United Kingdom foot-and-mouth outbreak

  

Com base na notícia Pig movement bans may be economically damaging (por Vincent ter Beek) do Pig Progress de 21 de agosto de 2019, esta é a conclusão do estudo The role of movement restrictions in limiting the economic impact of livestock infections publicado na Nature Sustainability, que se concentrou nos problemas da febre aftosa, da tuberculose bovina e do vírus da febre catarral ovina (língua azul). 

Em 2011, Reino Unido sofreu de um surto de febre aftosa, ocasião em que o trânsito de animais suscetíveis foi proibido em um esforço da fiscalização agropecuária britânica para evitar a propagação desta doença. Igualmente, em 2007, um surto de vírus da língua azul levou à proibição em larga escala do trânsito de ovinos em todo o leste da Inglaterra.  

Leia mais...

DESTAQUES DA AFISA-PR

19 de outubro de 2019: a Afisa-PR completa XVII anos!

Afisa-PR

19 de outubro de 2019: a Afisa-PR completa XVII anos!

Guarapuava, 19 de outubro de 2002

 

19 de outubro XVII anos

 

Contra todas as expectativas, pois com coragem, autenticidade, autonomia e independência, é extremamente difícil realizar uma política associativa verdadeiramente compromissada com o interesse público em fiscalização agropecuária e na conquista de plena valorização profissional com justiça salarial para o fiscal agropecuário do Paraná, hoje, 19 de outubro de 2019, a Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) completa XVII anos.

Parabéns ao nosso corajoso e valoroso quadro de associados!

 

Judiciário anula "PAD" orquestrado contra o presidente da Afisa-PR

Afisa-PR

Judiciário anula "PAD" orquestrado contra o presidente da Afisa-PR

Sentença de 1º grau da 5ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba anulou o "processo administrativo disciplinar (PAD)" contra o presidente da Afisa-PR por conta de "comissão processante" formada por servidores que não tinham condições de dela participar, em desatendimento à legislação 

 

Afisa PR 16 JPEG

 

Em sentença de 1º grau da 5ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba, no âmbito dos Autos nº 0001673-62.2017.8.16.0179, o Poder Judiciário do Estado do Paraná anulou o "processo administrativo disciplinar" "instaurado" contra o presidente desta Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR). 

Em outra sentença de 1º grau, também no âmbito dos Autos nº 0001673-62.2017.8.16.0179, o Poder Judiciário reconheceu o direito do presidente da Afisa-PR ao acesso de informações que foram sonegadas ou prestadas de forma insuficiente por parte da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab) e da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), para que pudesse exercer o contraditório e ampla defesa. Para contornar essa ilegalidade, o presidente da Afisa-PR também apelou junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) ​para a expedição de um documento oficial que comprovasse que um dos servidores da "comissão processante" não era efetivo,​ ou seja, legalmente não poderia integrá-la. 

Leia mais...

Opinião da Direx: a questão da febre aftosa

Opinião da Direx

A questão da febre aftosa

Como cansou de alertar para o bem do interesse público, a Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) lava suas mãos

 Afisa PR 16 JPEG

  

Gazeta do Povo: Greca, Ratinho, Boca Aberta. Veja as frases quentes da semana na política do PR

 

"Representante do outro lado da contenda, Antônio de Oliveira Sampaio, presidente da Sociedade Rural do Paraná, já aceita ser voto vencido, mas nem por isso desistiu de protestar oficialmente. Ele entende que, com o fim da vacinação, a fraca fiscalização transformaria o surgimento de qualquer foco da doença em 'uma catástrofe'.

[...] que conste em ata que fomos contra

Leia mais...

Fiscal agropecuário sub-remunerado em início de carreira terá R$ 16,37 de "reajuste"

Afisa-PR

Fiscal agropecuário sub-remunerado em início de carreira terá R$ 16,37 de "reajuste"

O governo não tem compromisso com a valorização profissional e justiça salarial do fiscal agropecuário do Paraná

 

Afisa PR 16 JPEG

 

Primeiro, os governos Richa e Borghetti estabeleceram em prejuízo do fiscal agropecuário do Paraná uma redução salarial que hoje ultrapassa 17%; agora o governo Ratinho Junior através de um inaceitável projeto de lei oferece o "reajuste" de 0,5% a partir de outubro próximo, sem efeito financeiro retroativo. Na prática, isso equivale a 0,25% de "reajuste" — trata-se de uma humilhante esmola!

Essa equivocada "política salarial" comprova que o governo Ratinho Junior não tem compromisso com a valorização profissional e justiça salarial do fiscal agropecuário do Paraná; porém, engana-se ao acreditar que sua "política salarial" prejudica apenas o fiscal agropecuário do Paraná.

Leia mais...

Opinião da Direx: promessa do governo para nomear mais fiscais agropecuários não resolve

Afisa-PR

Opinião da Direx: promessa do governo para nomear mais fiscais agropecuários não resolve

A promessa sem previsão de data do governo para nomear mais 80 fiscais agropecuários não resolve um dos problemas mais graves da fiscalização agropecuária do estado

 

Afisa PR 16 JPEG 

 

Segundo a notícia Gestão Ratinho propõe concurso de quase 6 mil vagas, sem previsão de data (por Catarina Scortecci) da Gazeta do Povo de 3 de julho de 2019, o governo promete:

 

(...) A ideia seria abrir 2.560 vagas de policiais militares, 400 de policiais civis (sendo 50 vagas de delegados e 50 de papiloscopistas e investigadores), 96 de peritos e médicos para a Polícia Científica, 1.269 de agentes de cadeia, 400 de profissionais de saúde, 80 de profissionais para a Adapar (Agência de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná) e 988 de professores (...).

 

A promessa sem previsão de data do governo para nomear mais 80 fiscais agropecuários não resolve um dos problemas mais graves enfrentados pela fiscalização agropecuária do estado: a sub-remuneração em prejuízo do fiscal da agropecuário em início de carreira, fator limitante que impede a formação de um quadro de fiscais agropecuários qualificado, adequado, estável e permanente.  

Leia mais...