Afisa-PR

Peste suína africana reduzirá em 35% a suinocultura China

A política do governo do Paraná pelo fim da vacinação contra a febre aftosa ampara-se também na alavancagem dos negócios da suinocultura. Porém, o mesmo governo, mediante a adoção de uma "política salarial" — que deve ser específica e setorizada para sanar um problema de uma carreira própria com baixo contingente — flagrantemente equivocada, impede plena valorização profissional com justiça salarial à carreira própria do fiscal da defesa agropecuária, erro crucial de gestão pública que impede a formação de um quadro profissional qualificado, adequado, estável e permanente

 

PSA injustica salarial governo Parana fiscal agropecuario Afisa

Crédito imagem: RTL

 

Há relação do Estado do Paraná com a endemia da peste suína africana (PSA) que devasta a maior população de suínos do mundo da China? Sim, pois essa tragédia é um claro exemplo de que é preciso priorizar uma política pública eficiente, permanente e de longo prazo que também preconize valorização profissional com justiça salarial em benefício da fiscalização agropecuária e da carreira do fiscal da defesa agropecuária do Estado do Paraná.

Essa medida é necessária para proteger os negócios da agropecuária de catastróficas doenças como a PSA etc. — inclusive, para manter a condição do Estado do Paraná como área livre de peste suína clássica (PSC) —, para que elas não ingressem e se disseminem no território paranaense.

Até o momento, infelizmente, não é plena essa política pública.

Ressalte-se que a política do atual governo estadual pelo fim da vacinação contra a febre aftosa — uma ideia-chave de um dos seus principais aliados no setor privado — ampara-se também na alavancagem dos negócios da suinocultura ["(...) as exportações de carne suína poderão dobrar das atuais 107 mil toneladas para 200 mil toneladas por ano"] paranaense.

Porém, esse mesmo governo, mediante a adoção de uma "política salarial" flagrantemente equivocada — que deveria/deve ser específica e setorizada para sanar um problema específico de uma carreira própria, típica de Estado e com baixo contingente —, impede plena valorização profissional com justiça salarial em benefício da carreira própria dos fiscais da defesa agropecuária, erro crucial de gestão pública, pois prejudica e impede a formação de um quadro profissional qualificado, adequado, estável e permanente.

É e será impossível para qualquer que seja o governo estadual garantir e proteger os justos e legítimos interesses dos negócios da agropecuária do estado caso equivocadamente opte em manter a carreira própria dos fiscais da defesa agropecuária, fundamental e estratégica no atual contexto de fiscalização agropecuária, imersa em crônica desvalorização profissional com injustiça salarial (sobretudo, em sua base), como se fosse "menos igual", portanto, podendo ser "relegada a um segundo plano", inclusive, pela imposição do menor custo salarial entre os principais setores da Administração Pública que prestam serviços em favor da agropecuária do Estado do Paraná.

Essa situação de desvalorização profissional e de injustiça salarial levada a cabo pelo atual governo estadual em prejuízo da carreira própria dos fiscais da defesa agropecuária, obviamente, é incompatível com a suscitada prioridade em favor dos negócios da agricultura do Estado do Paraná.

 

PSA reduzirá em 35% a suinocultura China

Com base na notícia ASF tipped to cut Chinese pork production by 35% (por Aidan Fortune) do Global Meat News de 12 de abril de 2019, segundo um relatório do grupo Rabobank, a ocorrência da peste suína africana (PSA) na China deverá reduzir sua produção de suínos em até 35%.

 

 

O grupo Rabobank sustenta que o impacto da PSA na China cresceu muito mais do que o esperado e que perdas consideráveis no seu rebanho reprodutivo atrasarão ainda mais a recuperação da sua suinocultura. O Rabobank também afirma que os esforços para a reconstrução da suinocultura chinesa serão ainda mais complicados pelo risco de recontaminação, apesar dos recursos financeiros disponíveis.

"A PSA se espalhou para todas as províncias da China continental, e agora afeta entre 150 a 200 milhões de suínos, e é inédita a esperada perda de 30% na produção de carne suína", disse Christine McCracken, analista sênior da RaboResearch para proteína animal. "Essas perdas não podem ser facilmente substituídas por outras fontes de proteínas, como frango, pato e frutos do mar, e nem o aumento de importações é capaz de compensar totalmente essa perda".

O grupo Rabobanck também alertou que os países vizinhos à China poderão ter prejuízos semelhantes. "A ASF se espalhou para o Vietnã em fevereiro e, mais recentemente, para os mercados vizinhos no Sudeste Asiático. Com base nas semelhanças com a produção de suínos na China, esperamos que esses mercados vizinhos sofram perdas — em termos percentuais — consideráveis de rebanhos de suínos em virtude da PSA e experimentem semelhantes dificuldades na contenção dessa doença. Grande parte do Sudoeste Asiático terá dificuldade em repovoar seu rebanho de suínos e na garantia de suprimentos provisórios de proteína. Perdas devido à PSA no Sudoeste Asiático exacerbarão as deficiências globais de proteína, a adicionar mais pressão aos mercados globais".

O grupo Rabobank também acrescentou que a situação da China trará oportunidades aos setores com excedente exportável e acesso à China e ao Sudeste Asiático. Por outro lado, criará ineficiências logísticas e aumentará os custos ao longo de toda a cadeia de suprimentos.

A ASF já entrou na Europa: essa doença já é endêmica em partes do Leste Europeu, como os Estados Bálticos e partes da Polônia e da Rússia. Os surtos de PSA também foram registrados em outros países europeus, incluindo a Bélgica.  

No início desta semana, o National Pork Producers Council (NPPC) dos EUA tomou a decisão de cancelar a World Pork Expo deste ano devido aos temores em relação à PSA.

 

PSA reduz a produção de suínos em 4%

Com base na notícia ASF to cut global pork supplies, reports USDA (por Simon King) do Pig World de 17 de abril de 2019, a produção mundial de suínos cairá 4% em 2019, de acordo com o último relatório de previsão do Departamento de Agricultura (USDA) dos Estados Unidos.

Essa queda é devido à redução de 10% na produção chinesa de suínos devido à peste suína africana (PSA). Os surtos dessa doença resultaram em um declínio no plantel, inevitavelmente levando a uma contração na produção de carne suína.

 

 

Modificado em 17-4-2019 em 15:27

 

Matérias vinculadas:

7-4-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & O Paraná não valoriza com justiça salarial seu fiscal agropecuário [É essa a qualidade da política do governo em turno — que afirma que os negócios da agropecuária são prioritários ao estado — em "benefício" da fiscalização agropecuária pública do Paraná?]

2-1-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Valorização profissional com justiça remuneratória: Afisa-PR encaminha proposta ao governador [A proposta de valorização profissional com justiça salarial da Afisa-PR decorre de um amplo processo de discussão entre os fiscais da defesa agropecuária do Paraná. A proposta da Afisa-PR, desde que atendida pelo governador, beneficiará o interesse público e possibilitará a formação de um quadro de fiscais da defesa agropecuária adequado, qualificado, estável e permanente]

28-12-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Os três protocolos vinculados às não cumpridas promessas de "aumento salarial" [Um alerta contra a suicida síndrome balaio de gatos! O fiscal da defesa agropecuária da Lei 17.187 não pode negligenciar seu exclusivo potencial reivindicatório com questões remuneratórias não amplamente e democraticamente discutidas; que "misturam" carreiras antagônicas; com "demandas" confusas e intransponíveis e desvinculadas da sua singular condição de integrante de carreira própria e típica de Estado. Os novos e difíceis tempos no serviço público exigem outra estratégia remuneratória, completamente diferente, para que seja possível plena valorização profissional com justiça remuneratória]

26-12-2018 - Gazeta do Povo & Elite do funcionalismo ganha cinco vezes mais do que professores no Paraná [Auditores fiscais, advogados e procuradores custaram individualmente em média, no mês de novembro, cinco vezes mais do que professores do magistério (...) "No meio dessas duas realidades estão carreiras cujo custo individual médio, em novembro, oscilaram em torno dos R$ 10 mil (professores universitários, R$ 11,4 mil; funcionários da administração indireta, R$ 11,3 mil; servidores do Iapar, R$ 10,9 mil; e peritos oficiais, R$ 9,8 mil) e dos R$ 7 mil (policiais civis, R$ 8,7 mil; quadro do Executivo, R$ 8,1 mil; funcionários da Saúde, R$ 6,8 mil; e da Adapar R$ 6,7 mil) (...)]

 

 

19-9-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Proposta de projeto de lei para promover justiça remuneratória ao fiscal agropecuário do Paraná [Alteração de dispositivos das Leis 17.187 de 2012 e 18.177 de 2014 que dispõem sobre a carreira de fiscalização da defesa agropecuária do Paraná. Não é mais possível que os fiscais agropecuários do Paraná sejam tão injustiçados, visto que merecem uma carreira própria capaz de também promover plena dignidade, respeito, valorização profissional e justiça remuneratória]

27-8-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: os fiscais agropecuários do Estado do Paraná, tratados como "menos iguais", são desvalorizados e injustamente remunerados [Fundamental e estratégica para o contexto socioeconômico do Estado do Paraná, sua fiscalização agropecuária pública é subvalorizada e precisa se desenvolver & Opinion of the Direx:  the agricultural inspectors of the state of Paraná, treated as "less equal", are devalued and unfairly remunerated & Fundamental and strategic for the socioeconomic context of the state of Paraná, its public agricultural inspection is undervalued and needs to develop]

24-8-2018 - Carlos Massa Ratinho Junior & Ratinho Junior apresenta plano de desenvolvimento para fortalecer cooperativas e o agronegócio [(...) Ainda em Toledo, Ratinho Junior visitou a cooperativa Primato onde conversou com funcionários e diretores, e ainda apresentou propostas para alavancar a economia e a geração de empregos no Estado. “A região de Toledo se destaca por sua agropecuária, é o primeiro colocado em rebanho suíno do Paraná e um dos maiores plantéis de frango de corte do Brasil. Vamos desenvolver essas potencialidades das regiões, investindo em infraestrutura, logística e oferecendo suporte do poder público para alavancar nossa economia”, destacou o candidato ao governo do Paraná (...)]

 

 

22-8-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & O caminho certo, inteligente e racional! [Temos reivindicações específicas e inerentes à nós e à carreira própria, portanto, devemos formar uma maioria para que a luta seja concentrada (e não dispersa em “entidade” balaio de gatos) para que nossos justos e legítimos interesses sejam conquistados!]

15-8-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: Arruda, Cida e Ratinho Jr. e a fiscalização agropecuária do Paraná [Para que os produtos da agropecuária tenham garantia, confiabilidade e credibilidade, é estratégico e de fundamental importância contar com uma fiscalização agropecuária pública real, autônoma, plena e de excelência. E para manter a garantia, a confiabilidade e a credibilidade, a fiscalização agropecuária deve ser pública e não ser prejudicada pela inconstitucional e ilegal privatização ou terceirização] 

13-8-2018 - Gazeta do Povo & Arruda, Cida e Ratinho Jr. expõem propostas para o agronegócio [Trio foi convidado para evento que reuniu cerca de 250 pessoas no Hotel Bourbon, no centro de Curitiba]

 

 

10-7-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: a promessa oficialista não cumprida do "aumento" da tabela de subsídios [Implodiram o poder reivindicatório e estabeleceram desvalorização profissional com injustiça salarial; agora, oferecem presente de grego!  Sob as tutelas da Lei Complementar nº 101 de 2000 e da “falta de receita”!] - Material complementar disponível em PDF

30-6-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Promessa governamental de “aumento”: Afisa-PR protocolou carta à Seap [A intenção é começar a construção, de forma ampla e democrática que envolva toda a categoria, de uma nova proposta reivindicatória que desenvolva a carreira de fiscalização da defesa agropecuária, a qual será entregue e negociada com o novo governo estadual] 

20-6-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Em 2015 os servidores reivindicaram aperfeiçoamento da fiscalização agropecuária pública do Paraná e valorização com justiça remuneratória [A autarquia de fiscalização agropecuária do Paraná, através da sua Informação 18/2015-NCI sem data, não considerou nenhuma das reivindicações da 2ª versão da Pauta de Reivindicação dos Servidores da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (PRSDA) de 2015 inclusive, à da Regra 70%]

17-6-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Comparativo entre tabelas de subsídios para as carreiras do fiscal da defesa agropecuária e do defensor público [A Associação dos fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) protocolou uma reivindicação ao atual governo capaz de promover justiça salarial na fiscalização agropecuária pública do Paraná]

6-6-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: a promessa oficialista não cumprida do "aumento" da tabela de subsídios [O segmento que atua contra o associativismo de classe, ao longo dos últimos anos, implodiu o poder reivindicatório do fiscal agropecuário regido pela Lei 17.187/2002 para estabelecer desvalorização profissional com injustiça salarial; agora, oferece presente de grego engendrado pelo "patrão"! O destino remuneratório sob as tutelas da Lei Complementar 101/2000 e da "falta de receita"!]

21-5-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Em carta protocolada à governadora, Afisa-PR solicita aumento do subsídio inicial [A Afisa-PR apresentou à governadora contraproposta que promove plena justiça salarial: o valor do subsídio inicial do fiscal agropecuário deve valer 70% do final de carreira. O aumento da tabela de subsídio do fiscal agropecuário é de iniciativa privativa (art. 60, I, CE) do chefe do Poder Executivo, logo, compete à governadora o envio de projeto de lei ao Poder Legislativo]

16-1-2018 - Agência de Notícias do Paraná & Com alta de 20%, Paraná é o quarto maior exportador do País [Vendas externas somaram US$ 18,08 bilhões no ano passado, 19,2% mais do que no ano anterior. Desempenho se deve à safra recorde de grãos e retomada das exportações da indústria. Soja, frango in natura, veículos, tratores e autopeças são os destaques. China foi a maior compradora]

 

 

10-1-2018 - Agência de Notícias do Paraná & Receita do agronegócio deve crescer mais de 10% em 2018 [Estimativa é em função do aumento nos preços das commodities e exportações. Para o secretário da Agricultura e do Abastecimento o Paraná vai crescer na produção de frango, suínos e peixes e manter-se como maior produtor de proteína animal do País]

 

 

2-1-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Paraná perde mais 10 fiscais agropecuários veterinários para o Ministério da Agricultura [E continuará a perder mais, se nada for feito!]

 

Carta aos deputados estaduais FAEP

 

17-10-2017 - Agência de Notícias do Paraná & Com novo frigorífico, Paraná deverá se tornar líder em carne suína [O empreendimento da Frimesa, em Assis Chateaubriand, deverá elevar o setor do Estado a um novo patamar. Hoje, o Paraná já tem o maior rebanho do País, mas está em segundo lugar na produção de carnes. São cerca de 135 mil produtores e 200 mil empregos diretos]

 

 

8-8-2017 - Agência de Notícias do Paraná & Avicultura do Paraná bate mais um recorde de exportações [A receita com vendas externas aumentou de 8,8% de janeiro a julho de 2017, na comparação com o mesmo período do ano passado. O Estado respondeu por 35,2% dos embarques de frango do País. Os dados são do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio]

 

 

25-5-2017 - Agência de Notícias do Paraná & Vendas de carne de frango subiram 17,5% e as de suíno 36% [Esse é o resultado do primeiro quadrimestre. A contribuição negativa no período foi da carne bovina]

 

 

2-1-2017 - Agência de Notícias do Paraná & Agronegócio e exportações vão impulsionar economia do Paraná [A previsão de safra agrícola recorde, bom desempenho do setor de carnes e das vendas externas devem dar um alento aos efeitos da crise econômica, segundo o Ipardes]

 

 

25-5-2016 - Agência de Notícias do Paraná & Agronegócio já representa 80% das receitas com exportações do Paraná [As vendas externas totais do estado geraram US$ 4,86 bilhões, dos quais US$ 3,88 bilhões produtos do agronegócio. O levantamento é da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento, com base em informações do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior]

 

 

29-9-2015 - Agência de Notícias do Paraná & Paraná já é o Estado que mais produz carnes do País [O estado responde por 20% da produção nacional, somando aves, suínos e bovinos. No 1º semestre 2,4 milhões de toneladas, segundo levantamento do Ipardes, com base em pesquisa do IBGE]

 

 

30-1-2015 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Afisa-PR protocolou propostas que visam melhorar a defesa agropecuária [Governo Richa, diante de reiterada contrariedade manifestada pelo seus comissionados na autarquia de fiscalização agropecuária, não acatou nenhuma das propostas apresentadas pela Afisa-PR que visavam aperfeiçoar os serviços e proporcionar justiça remuneratória em favor do  fiscal agropecuário do Paraná]

31-7-2014 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Mandado de segurança da Afisa-PR forçou a publicação do ato de enquadramento de ex-defisianos! [Sem ato de enquadramento os fiscais agropecuários do Paraná enquadrados na carreira fiscalização da defesa agropecuária estariam em inaceitável limbo jurídico!]

10-12-2013 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & ALEP mantém e promulga parte vetada da Lei 17.187/2012 [Justiça foi feita em favor dos fiscais agropecuários do Paraná!]