Afisa-PR

China: receia-se que o surto de PSA se transforme em epidemia

Carece de investimento o controle da epizoótica peste suína africana (PSA): "A trágica ironia da alocação de investimento para o controle de doenças zoonóticas é que a PSA, eventualmente, poderá causar tanto impacto sobre uma fonte de proteína vital na cadeia alimentar para bilhões de pessoas quanto poderia causar uma epidemia humana"

China: The PSA outbreak is feared to become an epidemic & It lacks of investment in the control of epizootic African swine Fever (ASF): "The tragic irony of investment allocation for the control of zoonotic diseases is that ASF can eventually cause as much impact on a vital protein source in the chain Food for billions of people as could cause a human epidemic"

 

n peste suína africana China

Crédito imagem: Reuters & Jason Lee

 

Com base na notícia Fears grow of a swine fever epidemic in China (por Chris Taylor@chrisvtaylor) do Asia Times de 15 de novembro de 2018, receia-se que o surto de peste suína africana (PSA) na China se transforme em epidemia, infectando suínos em diversas regiões e até mesmo os EUA. Um relatório da United Nations Food and Agriculture Organization Regional Office for Asia and the Pacific, expressa preocupações sobre a "virulenta tensão" dessa doença. "Há uma grande ameaça à indústria de suínos na China e à subsistência de pequenos agricultores além de outros setores ao longo da sua cadeia de valor", afirmou o estudo, "porque a carne suína é produzida e consumida por muitos países asiáticos, particularmente no Leste e no Sudeste da Ásia, desta forma, é quase uma certeza a introdução do vírus da PSA em outros países da região". Para sublinhar a gravidade da situação, esse relatório acrescentou que "não há vacina e cura para a doença"; "Na sua forma mais virulenta, é 100% fatal para os suínos infectados" e "No entanto, ao contrário da gripe suína, a PSA não representa uma ameaça direta à saúde dos seres humanos".

Segundo a notícia, a imprensa estatal da China continua a informar que a "a PSA está sob controle", embora analistas e cientistas globais considerem essa afirmação altamente improvável. "Eu permaneço muito cético em relação a qualquer noção de que a China tenha isso sob controle", disse Arlan Suderman, principal economista de commodities da INTL FCStone Financial Inc., por e-mail ao Asia Times. "[O suposto controle] Ele não se encaixa no aumento contínuo de surtos em uma ampla área. Existem muitas maneiras para que esse vírus de longa vida sobreviva no meio ambiente para declará-lo tão cedo sob controle".

No mês passado, o Ministry of Agriculture and Rural Affairs of the People's Republic of Chine anunciou a proibição da alimentação de suínos com resíduos de alimentos — também conhecido como "lavagem". O ministério da Agricultura da China culpou essa generalizada prática como causa de 57 surtos relacionados à PSA. Também anunciou a adoção de um sistema de controle para veículos que transportam aves e suínos vivos — muitas vezes a distâncias superiores a 2.000 quilômetros, segundo uma notícia da Reuters. Porém, essas declarações "pouco adiantaram para aliviar as ansiedades sobre a disseminação da PSA" para além das fronteiras da China em prejuízo de países vizinhos e, eventualmente, até mesmo para os EUA.

De acordo com a notícia do Asia Times, Christine McCracken, diretora executiva de proteína animal no Rabobank, disse em entrevista à Successful Farming, uma revista do setor, que a China luta para conter o surto. "Tudo se resume à China", acrescentou ela. "Em virtude da falta de biossegurança; o número de suínos nesse país e que metade deles são criados em quintais, quase não há como os chineses conseguirem manter a PSA sob controle". Diante disso, McCracken então alertou sobre as consequências de uma potencial epidemia de PSA. "Como eles irão alimentar o seu povo? Porque se não o alimentarem, eles terão um grande problema político. A insegurança alimentar não é uma boa receita para futuras aspirações políticas", afirmou MacCracken.

De acordo com a Statista, a China tem pelo menos 433 milhões de suínos, mais da metade da população mundial, e é uma parte crucial da cadeia alimentar humana na segunda maior economia do mundo.

  

 

 

Na semana passada, em uma transmissão pelo Twitter, o economista de commodities Arlan Suderman afirmou que "A carne suína é o principal impulsionador da inflação causada por alimentos na China (...) [e] A PSA é muito ruim quando se trata de doenças de suínos. Este é um país que tem cerca de 55% dos suínos do mundo, existe a PSA e está longe de controlá-la" e "A indústria de suínos dos EUA está muito preocupada caso a PSA chegue até aqui. [Os norte-americanos] (...) não falam mais sobre 'se' a doença virá, mas sim, 'por quanto tempo pode-se mantê-la' longe daqui, esperando ganhar tempo para o desenvolvimento de vacinas", acrescentou.

Para os analistas, o modo mais provável de transmissão da PSA para os EUA será pelos ingredientes de origem animal da ração para suínos. Os suinocultores norte-americanos aumentaram os procedimentos de segurança, e deixaram armazenados os ingredientes de origem animal para ração para suínos que foram importados da China.

O estudo Survival of viral pathogens in animal feed ingredients under transboundary shipping models publicado no PLOS One, um periódico científico de acesso aberto publicado pela Public Library of Science (PLOS) nos EUA, chamou a PSA de "um patógeno altamente contagioso que ameaça a indústria mundial de suínos". Esse estudo é detalhado e complexo, envolvendo testes de taxas de sobrevivência do vírus da PSA em ração animal em transportes transatlânticos e transpacíficos. Os resultados mostraram que o vírus da PSA na ração animal pode sobreviver durante o transporte com potencial de infectar suínos nos EUA. Economicamente, o custo de um surto de PSA nos EUA, segundo esse estudo, seria de US$ 16,5 bilhão apenas no primeiro ano.

"Esta é uma doença muito séria que teria consequências econômicas devastadoras nos EUA", disse à Reuters Greg Ibach, subsecretário do US Department of Agriculture (USDA) dos Estados Unidos para programas de marketing e regulação.

 

 

 

Viagem furtiva

Ainda assim, segundo a notícia, a história da PSA "é um conto extraordinário de uma jornada épica de furtividade", que começou em 1909 no local onde foi relatada pela primeira vez na África Subsaariana. Escrevendo em um boletim informativo para assinantes chamado ProMED-mail, emitido pela Sociedade Internacional para Doenças Infecciosas, seu editor Larry Madoff, disse: "Altamente robusto… o vírus pode persistir na carne de porco crua por semanas, seja ela fresca, congelada ou salgada, e pode permanecer viável por meses em carcaças de porcos".

Na Holanda, um relatório da Wageningen University & Research, prosseguiu e traçou como o vírus da PSA se espalhou em 1957 da África para Portugal. Até o final da década de 1990, os surtos continuaram a surgir na Península Ibérica, antes de serem erradicados em todos os locais, exceto na Virgínia, na Sardenha. Em 2007, a PSA apareceu na Geórgia, no Cáucaso. Este foi o começo de uma marcha constante da PSA através das fronteiras entre países. Essa doença se espalhou ao lado da Abkhazia e da Armênia, e mais tarde, no mesmo ano, foi descoberto em javalis selvagens na Chechênia, na Rússia. Em 2008, viajou 1.000 km até o Azerbaijão, na Ossétia do Norte-Alânia.

Em agosto de 2018, finalmente, o vírus da PSA tornou-se um sério concorrente para ser tratado como uma ameaça global à cadeia alimentar, quando um surto foi relatado na província de Liaoning, no nordeste da China. Ainda é investigado como a PSA se espalhou pela China, mas a movimentação da população de javalis selvagens ao longo da fronteira sino-russa, que se estende por 4.200 quilômetros, poderia ter sido a causa da disseminação de seu vírus. Suspeita-se também que a PSA poderia ter sido introduzida na na China pela importação de carne suína de um país infectado da União Europeia (UE).

 

 

Fora de controle

Como alertou Larry Madoff, editor da International Society for Infectious Diseases ProMED, "Desde então, houve 57 surtos de PSA que afetou 14 províncias e municípios chineses — alguns separados por milhares de quilômetros. A velocidade com que a doença se espalhou e as distâncias envolvidas indicam que animais vivos são transportados por longas distâncias ou que os transportes de produtos derivados disseminam a doença. Mais de 210.000 animais foram mortos para tentar prevenir uma epidemia".

O analista de commodities Suderman concordou com a avaliação de Madoff, afirmando ao Asia Times por e-mail que, segundo o último relatório, "a China eliminou cerca de 200.000 suínos, ou seja, um décimo da população do país". Suderman acrescentou que "Esse número pode ser maior, pois não se sabe, e é isso que é oficialmente reportado".

O professor do Department of Veterinary Population Medicine, John Deen, que integra o College of Veterinary Medicine da Universidade de Minnesota, EUA, disse ao Asia Times que a PSA se tornou uma "questão complicada" e que "estava sendo tratada com um conjunto limitado de recursos". Deen acrescentou que "Isso é especialmente verdadeiro quando se compara às pandemias em populações humanas". Deen se referiu ao problema da PSA na China: "Sim, há criações que têm boa biossegurança, mas a maioria dos suínos é criada em circunstâncias onde a probabilidade de infecção é muito grande, pois há exposição a riscos locais como alimentos e caminhões de transporte contaminados" e que "No mundo dos suínos, essa será a provável história de 2019, já que [a PSA] parece mudar a dinâmica da criação de suínos".  No entanto, Deen apontou que a ameaça à criação de suínos e ao suprimento mundial de carne é muito menor devido às mortes de animais infectados do que aos esforços de abate em larga escala utilizados para evitar a disseminação do vírus da PSA. "O dano econômico real é de restrição no comércio", disse ele. "A China é um importador líquido, mas o comércio tem sido restringido entre as províncias, fazendo com que o preço dos suínos caia entre os 'ricos' e, inversamente, subam entre os mais 'pobres'. O dano seria ainda maior se a PSA entrasse em um país exportador como os EUA". Enquanto isso, a PSA segue na China sua insidiosa infiltração entre a população de suínos porque "é difícil para o governo controlar todas as criações de quintal", acrescentou.

Outra área de preocupação é que a produção de suínos está concentrada no Nordeste da China e de lá é transportada para todo o país, aumentando os riscos de disseminação da PSA. "A China fechou o transporte de suínos quando soube do problema, mas já era tarde demais" e a "A doença foi se espalhando rapidamente", disse Suderman.

 

 

Formulação de políticas internacionais

Segundo a notícia, muitos especialistas da indústria responsáveis pela formulação de políticas internacionais, também se preocupam com a possibilidade de a marcha do vírus da PSA ser irrefreável, e que os próximos surtos provavelmente ocorrerão nos países vizinhos da China. Em setembro, falando em uma reunião de emergência de três dias em Bangkok, Tailândia, organizada pela Food and Agriculture Organization of the United Nations (FAO), Wantanee Kalpravidh, gerente regional do Emergency Centre for Transboundary Animal Diseases (ECTAD) da FAO na Ásia, disse que "É fundamental que esta região esteja pronta para a possibilidade muito real de que a PSA possa ser introduzida de uma fronteira para outra". Contra essa disseminação, Deen, da Universidade de Minnesota, pede mais recursos para resolver o problema. "As tentativas de controlar o vírus da PSA são susceptíveis às dificuldades devido à falta de recursos para o controle de doenças epizoóticas, que não afetam os seres humanos"; "Todos vimos as respostas e os investimentos em pandemias humanas como a SARS"; "Continuamos a ver recursos na prevenção de pandemias por meio de programas como a Global Health Security Agenda. O controle de doenças nos bovinos recebe poucos recursos e, francamente, a maior parte deles ocorre para doenças que são zoonóticas, que afetam os animais e os seres humanos" e "Os recursos no controle de doenças na pecuária é limitado, com uma capacidade muito menor para diagnosticá-las e controlá-las", acrescentou Deen.

A trágica ironia da alocação de investimento para o controle de doenças zoonóticas é que a PSA, eventualmente, poderá causar tanto impacto sobre uma fonte de proteína vital na cadeia alimentar para bilhões de pessoas quanto poderia causar uma epidemia humana.

 

 

 

Controle da PSA na China é agravado: javali selvagem morto é confirmado para a doença

É o que diz a notícia ASF China: Count at 74 outbreaks; dead wild boar confirmed (por Vincent ter Beek) do Pig Progress. Com 74 surtos confirmados, o controle da peste suína africana (PSA) na China é agravado pela constatação de um javali selvagem morto confirmado para a doença.

A descoberta do vírus da PSA em um javali selvagem morto não é uma surpresa, mas é uma confirmação da gravidade do problema na China. Com a PSA se disseminando nos javalis selvagens da China, tornou-se mais provável que o mortal vírus se torne endêmico, já que é difícil erradicá-lo de uma população de javalis selvagens em um país tão vasto quanto a China.

 

 

China: PSA em Pequim; Tailândia encontra a PSA em salsichas

A notícia ASF China: Virus in Beijing; Thailand finds ASF in sausages (por Vincent ter Beek) do Pig Progress de 26 de novembro de 2018, alerta que a PSA continua a espalhar-se na China, com 80 surtos notificados em 20 áreas. Isso, desde este fim de semana, incluindo a área metropolitana de Pequim.

Enquanto se alastra na China, o vírus da PSA também foi encontrado na bagagem de viajantes chineses para a Tailândia. Na segunda-feira, o Department of Livestock Development (DLD) da Tailândia informou que vestígios de PSA foram encontrados em salsichas trazidas por turistas chineses, chegando à Tailândia pelo aeroporto de Chiang Rai, no norte do país, segundo a Pasusart News. Os viajantes vieram de Chengdu, na província chinesa de Sichuan.

A descoberta confirma que o vírus tem muitas maneiras de se espalhar. Anteriormente, descobertas semelhantes foram feitas na Coréia do SulJapão e Taiwan. As autoridades tailandesas anunciaram que devem tomar muitas medidas para combater a PSA, tanto quanto possível, caso surjam em criações de suínos tailandesas.

 

 

Ministério da Agricultura da China afirma que PSA não se tornará epidêmica

A notícia Ag Ministry says ASF won't become epidemic do The Pig Site de 26 de novembro de 2018, afirma que a China confirmou 74 surtos de peste suína africana (PSA) em 20 áreas provinciais, mas o vírus mortal dos suínos, que não é prejudicial para as pessoas, não vai se transformar em epidemias regionais, de acordo com o Ministry of Agriculture and Rural Affairs da China.

O último caso foi confirmado hoje (26 de novembro) em uma criação de suínos na cidade de Huangshi, província de Hubei. Cinco dos 63 suínos infectados morreram, de acordo com os relatórios oficiais do Ministry of Agriculture and Rural Affairs.

Desde o primeiro surto em Shenyang, província de Liaoning, em 1º de agosto, cerca de 600 mil porcos já foram sacrificados (estatísticas de 22 de novembro), disse Feng Zhongwu, chefe do Departamento de Veterinária e Pecuária do Ministério da Agricultura chinês em entrevista coletiva nesta sexta-feira (23).

Zhongwu  disse que as quarentenas foram levantadas em 24 áreas em sete províncias, incluindo todas as áreas afetadas nas províncias de Henan e Jiangsu. "Os surtos apresentam um padrão dispersivo, mas contivemos a disseminação através de firmes medidas de prevenção e controle da doença", disse ele, acrescentando que é muito pequena a chance de surtos súbitos de infecções regionais.

O Ministério da Agricultura da China proibiu a alimentação de suínos com resíduos ("lavagem") de cozinha desde o final de agosto e aumentou sua fiscalização sobre o transporte de suínos vivos.

Uma pesquisa divulgada na sexta-feira mostra que 46 por cento dos surtos foram causados ​​por pessoas ou veículos transportando e disseminando o vírus da PSA, disse em entrevista coletiva, Huang Baoxu, vice-diretor do China Animal Health and Epidemiology Center.

 

 

PSA que ataca a China se aproxima da Rússia: tigres siberianos e leopardos de Amur podem se tornar vítimas indiretas

A notícia ASF in China gets closer to Russia (por Vladislav Vorotnikov) do Global Meat News de 30 de novembro de 2018, relata que autoridades russas alertaram que um surto de peste suína africana (PSA) foi detectado em uma área da China próxima à fronteira da Rússia.

O mais recente surto de PSA na China foi registrado perto da fronteira com a região do Extremo Oriente da Rússia, onde alguns criadores esperam lançar importantes projetos de criação de suínos nos próximos anos, de acordo com o Rosselkhoznadzor (Federal Service for Veterinary and Phytosanitary Surveillance).

A PSA na China já chegou à fronteira com a Rússia, afirmou o vice-diretor do Rosselkhoznadzor, Nikolay Vlasov, durante uma coletiva de imprensa em Moscou, em 22 de novembro. Levando em conta o enorme volume de comércio transfronteiriço ilegal entre os dois países, há um alto risco de que a PSA possa irromper em Primorsky Krai, Amur Oblast e Khabarovsk Krai — três áreas do Extremo Oriente até agora consideradas livres da PSA, segundo Vlasov.

Vlasov destacou que o Rosselkhoznadzor está profundamente preocupado com a ameaça da PSA na Região do Extremo Oriente da Rússia. Ele disse que o corpo veterinário "bate em todas as portas, emitindo alertas sobre a doença", embora as autoridades locais ainda não tenham tomado medidas oficiais para impedir a introdução do vírus da PSA nesta parte da Rússia.

O Rosselkhoznadzor, em uma declaração em seu site oficial, alertou que um surto de PSA nessa região da Rússia poderá ter um impacto ambiental muito pior do que na Região Europeia do país. O órgão oficial veterinário da Rússia esclareceu que a região abriga espécies ameaçadas de extinção, como os tigres siberianos e os leopardos de Amur, ambos existentes ao lado de javalis selvagens. Embora esses predadores não sejam vulneráveis ao vírus da PSA, existem preocupações de que qualquer surto local da doença possa deixá-los sem uma base alimentar.

 

 

EFSA/UE: atualização de procedimentos para a PSA

Através da notícia Latest developments on African swine fever de 29 de novembro de 2018, a European Food Safety Authority (EFSA) disponibilizou uma atualização sobre a situação epidemiológica da peste suína africana (PSA) na União Europeia (UE). No último relatório, especialistas avaliam a eficácia de diferentes medidas que podem ser tomadas quando um surto de PSA é detectado em uma área antes tida como livre da doença  e que é distante de áreas afetadas.

Usando um modelo de simulação, os especialistas concluíram que a detecção precoce, juntamente com a aplicação de medidas como remoção rápida de carcaças e caça intensiva nas áreas de caça especialmente designadas, aumenta a probabilidade de erradicação.

Os especialistas também observaram picos sazonais no número de animais que tiveram resultados positivos e foram encontrados mortos - verão e inverno para javalis e verão para suínos domésticos.

O relatório pede mais pesquisas para entender as causas da introdução da PSA em criações de suínos e como isso pode ser evitado. Também recomenda opções de controle para diferentes cenários, como em áreas não afetadas próximas ou distantes das áreas afetadas ou nas quais a doença está presente há mais de um ano.

 

 

 

Bélgica: 125 casos de PSA; EFSA adverte para javalis

Segundo a notícia ASF Belgium: 125 cases; EFSA warns for wild boar (por Vincent ter Beek) do Pig Progress de 10 de dezembro de 2018, embora os casos de javalis infectados com a peste suína africana (PSA) continuem a ser encontrados na Bélgica, o vírus "parece estar sob controle". A contagem total é de 125 casos. Entretanto, a European Food Safety Authority (EFSA) emitiu as suas preocupações sobre a quantidade de javalis.

Os últimos dados compartilhados pelas autoridades belgas e pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) mostram atualmente um total de 125 casos de PSA na população de javalis do país. No total, 224 javalis foram encontrados infectados, dos quais 218 estavam mortos e 6 tiveram que ser abatidos. Todos ocorreram em uma zona de infecção especificamente fechada no Sul da província de Luxemburgo. Esta zona de infecção é perto da fronteira da Bélgica com Luxemburgo e França.

A Bélgica completou a instalação de novas zonas de amortecimento para lidar com a PSA para estar de acordo com o protocolo exigido pela União Europeia (UE).

 

 

Suínos podem ser infectados com o vírus da PSA se ingerirem moscas portadoras de seu vírus

Segundo a notícia Flies 'possible route' of African swine fever spread do Pig Health Today de 12-11-2018, as moscas que estiveram em contato com suínos infectados com a peste suína africana (PSA) poderão ser responsáveis ​​pela propagação da doença entre os rebanhos.

Pesquisadores do Denmark's National Veterinary Institute descobriram que suínos podem ser infectados com o vírus da PSA se ingerirem moscas portadoras de seu vírus.

Os resultados colocam desafios extras de biossegurança para os produtores, que devem empregar boas práticas de desinfecção para limitar o número de moscas, além de garantir que os animais selvagens sejam mantidos fora das fazendas, disseram os pesquisadores.

A PSA se espalhou pela Europa Oriental nos últimos meses e os principais fatores identificados como responsáveis pelos surtos são as populações de javalis selvagens e carne contaminada. Surtos da PSA também são relatados na China.

 

 

 

PSA na China: Guangdong é a 23ª província a relatar surto

Segundo a notícia ASF China: Guangdong is province 23 to report ASF (por Vincent ter Beek) do Pig Progress de 19 de dezembro de 2018, a província mais populosa da China e uma das mais conhecidas, Guangdong, relatou seu primeiro surto de peste suína africana (PSA). Ao fazer isso, tornou-se a 23ª província a relatar um surto dessa doença viral.

Rumores de que Guangdong estaria afetada pela PSA já dominavam  a Web por alguns dias, mas em 19 de dezembro foi confirmado: essa doença foi  encontrada em um frigorífico na cidade de Zhuhai, que literalmente fica na esquina da região autônoma de Macau e 50 km de Hong Kong.

Guangdong: uma grande província de carne de porco — Somente Guangdong é o lar de quase 109 milhões de habitantes, com muitas grandes cidades conhecidas como Guangzhou e Shenzhen. Em termos de tamanho da população, a província é apenas um pouco menor que as Filipinas. Tudo somado, um grande mercado para o consumo de carne suína.

O vírus da PSA foi confirmado em um frigorífico do distrito de Xiangzhou, em Zhuhai, segundo o Ministry for Agriculture and Rural Affairs (MARA). No total, 11 animais morreram em um lote de 50. Os restantes 39 foram abatidos.

 

 

PSA e suas terríveis implicações à Europa

Com base na notícia What do we know about the 2018 ASF outbreaks? do The Pig Site de 21 de dezembro de 2018, com o recente aumento nos surtos de peste suína africana (PSA) em todo o mundo e a sua prevalência na Europa Oriental, as partes interessadas no setor agrícola estão mais empenhadas do que nunca em obter uma visão mais profunda das causas, gestão e implicações desses surtos.

O surto de PSA na Bélgica resultou em um stand by em detrimento das exportações de carne suína dentro e para fora dos países da  União Europeia (UE).

O impacto no bem-estar dos animais afetados é alto. Além disso, terá um grande impacto psicossocial sobre os criadores de suínos e demais atores envolvidos, cujas operações agora deverão ser limpas e dentro de rigorosas medidas de controle.

Os surtos de PSA terão um grande impacto econômico, incluindo a proibição de exportações, a perda de suínos saudáveis e a proibição do transporte de animais.

 

 

Bélgica: vírus da PSA a 3 km da fronteira francesa

 

a2 suino psa

Crédito imagem: Pig Progress

 

Conforme a notícia ASF Belgium: Virus knocks on French border (por Vincent ter Beek) do Pig Progress de 27 de dezembro de 2018, em comparação com a escala da PSA na China, sua situação na Bélgica, segundo a notícia, "é pequena": afeta javalis selvagens e está sob controle. Ainda assim, seu vírus avança para uma região que está a cerca de 3 km da fronteira da França.

Fontes locais informaram que, pouco antes do Natal, foram encontradas várias carcaças de javalis selvagens mortos fora da zona belga de controle. Um deles teria sido encontrado em 17 de dezembro, perto de Gérouville, uma aldeia a cerca de 3 km da fronteira francesa. De acordo com o jornal francês L'Est Républicain, esta carcaça já foi confirmada como infectada com o vírus da PSA.

O jornal também informou sobre mais 10 carcaças de javalis selvagens, encontradas em 22 de dezembro, perto de um parque de contêineres nas proximidades de Meix-devant-Virton. Como as autoridades belgas ainda esperam pela causa da morte desses animais, geralmente aguarda-se que talvez seja pela PSA.

Zona-tampão belga para o controle da PSA — Caso se confirme as previsões, a PSA claramente "pisou fora" da zona-tampão criada pelas autoridades belgas de fiscalização agropecuária.

Dados das autoridades belgas — Em sua última atualização, em 21 de dezembro, a Agence fédérale pour la sécurité de la chaîne alimentaire (AFSCA) belga contabilizou a morte de 245 javalis selvagens. De acordo com a organização agrícola belga Boerenbond, no total, 639 carcaças foram testadas para a PSA até 17 de dezembro, dentro e fora da zona-tampão designada.

As medidas da França contra a PSA As autoridades francesas de fiscalização agropecuária demonstraram uma grande vontade de responder à ameaça da PSA desde que o vírus foi confirmado em javalis selvagens no Sul da Bélgica em setembro de 2018. Os franceses intensificaram sua vigilância no departamento vizinho de Meuse e também cercas foram levantadas nessa região fronteiriça para impedir que os javalis selvagens entrem na França.

 

 

 

PSA na China: vírus é encontrado na ração animal; 102 surtos oficialmente confirmados

Conforme a notícia ASF China: Virus found in animal feed; 102 outbreaks (por Vincent ter Beek) do Pig Progress de 28 de dezembro de 2018, o número oficialmente registrados de surtos de peste suína africana (PSA) na China  China aumentou para mais de 100; e para complicar essa situação, a China detectou o vírus da PSA em vários suplementos proteicos feitos com base em células de sangue suíno. 

Segundo a agência de notícias Reuters, o vírus foi encontrado em algumas proteínas em pó, à base de células de sangue de suíno fabricadas por uma empresa sediada em Tianjin. A matéria-prima que contaminou quase 74 toneladas de produtos proteicos, usados ​​principalmente na alimentação animal, veio de 12 abatedouros em Tianjin, disseram as autoridades chinesas responsáveis pela fiscalização agropecuária do país.

A alfândega também emitiu um alerta para que seja intensificado os testes do vírus PSA nas exportações de produtos feitos com base em células de sangue de suíno e também alertou as fazendas de suínos de Hong Kong e Macau para que intensifique os controles sobre as importações de rações para animais.

 

 

Situação da peste suína clássica (PSC) no Ceará: último relatório da OIE

 

 

Relatório [Follow-up report No. 4 (Final report)] de 20 de dezembro de 2018.

 

 

China: PSA atinge [até agora] sua maior criação de suínos

Segundo a notícia ASF China: Largest pig farm so far infected (por Vincent ter Beek) do Pig Progress de 3 de janeiro de 2019, a peste suína africana (PSA) foi detectada até agora na maior criação de suínos da China: uma instalação com 73.654 animais foi atingida na província de Heilongjiang, no norte do país.

A fazenda em Mingshui County, perto da cidade de Suihua, é chamada Heilongjiang Asia-Europa Animal Husbandry Company, de acordo com a agência de notícias Reuters. O principal acionista da fazenda é a estatal Zhejiang Rural Development Group, mas a operação também é parcialmente detida por um fundo de investimento dinamarquês, informou a agência de notícias.

 

 

Aumento do risco de "baixo' para "médio" de introdução sugere provável incursão da PSA na Grã-Bretanha

Segundo a notícia ASF risk level increased to Medium, suggesting incursion 'likely' (por Alistair Driver) do Pig World de 10 de janeiro de 2019, o governo do Reino Unido elevou o nível de risco de introdução da peste suína africana (PSA) de "baixa" para "média", o que significa que é provável uma incursão em território britânico da doença.

Com um grande número de variáveis afetando a probabilidade de uma incursão prejudicial, a disseminação da PSA incentiva a tomada de medidas que reduzem o seu risco.

Em sua última avaliação sobre o risco do vírus da PSA migrar da Europa continental para o Reino Unido, o Department for Environment, Food & Rural Affairs (Defra) afirma que a situação na UE se deteriorou desde junho de 2017, com várias novas áreas na Polônia, Romênia, Hungria, República Tcheca e Bélgica relatando surtos da PSA.

Estes 'saltos' (vagamente definidos como um novo foco de infecção a pelo menos 100 km do caso do javali selvagem mais próximo) são mais prováveis de terem sido causados por humanos. Isso inclui o movimento de produtos de carne infectados ou contaminados, que são então deixados em áreas onde o javali selvagem pode acessá-los com consequente introdução do vírus da PSA em criações de suínos domésticos com baixa biossegurança.

O vírus da PSA que circula na UE e no Leste da Europa ainda é representado pelo genótipo II, com pouca variação de tensão.

É um vírus altamente patogênico em suínos domésticos e nos javalis selvagens da Eurásia, mas a taxa de disseminação dentro de criações comerciais parece ser relativamente lenta (dias a semanas) através de contato direto com animais infectados, suas secreções ou ingestão de alimentos contaminados, produtos ou contato com superfícies contaminadas. Como resultado, os casos suspeitos podem não ser relatados em tempo hábil, observou o documento da Defra.

O vírus da doença persiste por longos períodos de tempo no meio ambiente e em carnes frescas, congeladas ou conservadas.

A Comissão Europeia criou um quadro de controles regionais. Estabelece controles de vigilância e defesa sanitária animal sobre a circulação e o comércio de suínos e de determinados produtos derivados provenientes das zonas em risco de infecção, a fim de limitar a propagação de PSA a outras regiões da UE. As regiões dos Estados-membros afetados são enumeradas, com base na sua situação epidemiológica e nível de risco.

A decisão visa evitar perturbações desnecessárias ao comércio dentro da UE e evitar barreiras injustificadas ao comércio por países terceiros.

No entanto, o briefing do Defra salienta que o rastreamento de produtos de carne que são produzidos comercialmente, como salsichas e presuntos caseiros, é difícil na UE, onde a livre circulação de pessoas e de produtos são princípios vinculativos.

"Isso significa que, a menos que controles mais rigorosos sejam impostos na produção de produtos de origem animal, não será possível evitar incursões adicionais em áreas não afetadas", alerta o Defra.

"O risco está na falta de certeza quanto ao tamanho das zonas de restrição e a efetividade das medidas adotadas. As mudanças constantes no status de diferentes zonas são evidenciadas por isso e, portanto, os produtos derivados de carne dessas regiões devem ser considerados com isso em mente".

"O risco é, portanto, dependente da robustez dos controles oficiais. Portanto, o nível de risco para a entrada de PSA no Reino Unido foi aumentado para MÉDIO (ou seja, ocorre regularmente ou provincialmente) com um nível médio de incerteza, o que implica que os gerenciadores de risco precisarão considerar mais opções para sua redução".

 

 

 

PSA na Bélgica causa pânico na França

Segundo a notícia ASF Belgium: French panic as ASF virus draws nearer (por Vincent ter Beek) do Pig Progress de 15 de janeiro de 2019, as autoridades francesas começam a ficar nervosas. Um javali selvagem com peste suína africana (PSA) foi encontrado a pouco mais de 1 km da fronteira franco-belga. 

Apesar da luta para conter a PSA, ela se aproxima cada vez mais da França. Em 6 de janeiro, caçadores atiraram em 2 javalis perto de Sommethonne, a pouco mais de 1 km da fronteira francesa, ambos testados como positivos para a PSA. Estes animais foram encontrados fora da zona-tampão inicial imposta pelas autoridades belgas. 

A atualização mais recente da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) mostra que agora, no total, 322 animais suscetíveis se mostraram positivos para a PSA em um total de 183 descobertas. Nenhum suíno doméstico foi infectado.

 

 

 

O surpreendente surto de PSA da Mongólia

Segundo a notícia ASF China: 2nd outbreak Gansu; Mongolia reports ASF (por Vincent ter Beek) do Pig Progress de 18 de janeiro de 2019, a caminho de infectar zonas mais interiores da China, a peste suína africana (PSA) foi encontrada mais uma vez na província de Gansu. A quantidade total de suínos abatidos devido a PSA ultrapassou os 900.000, de acordo com os números chineses. De maneira preocupante, no início desta semana, o vírus também foi encontrado na Mongólia.

A PSA foi encontrada na Mongólia na província de Bulgan, em um local de cerca de 270 km em linha reta a oeste da capital Ulaanbaatar, em uma criação de quintal. Um total de 85 porcos foram encontrados infectados e 214 tiveram que ser abatidos, segundo um relatório da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

Porém, o surto da Mongólia é notável em alguns aspectos. A primeiro surpresa é a sua localização: ao Norte, esse país faz fronteira com a Rússia; ao Sul, com a China. A observar que os surtos mais recentes de PSA foram todos detectados na China, seria lógico que seu vírus tenha sido trazido da China para a Mongólia. O local de surto mais conhecido da PSA, no entanto, é na Rússia. Em Irkutsk, no mês de março de 2017, uma criação de quintal com 40 animais foi encontrada infectada. Este surto, porém, está a cerca de 450 km de distância. Os dois locais de surto relatados mais próximos dessa província da Mongólia estão no interior da China, ambos, a 1.000 km de distância do surto de Bulgan. Para o editor do Pig Progress, Vincent ter Beek, somente o tempo dirá se a origem da PSA na Mongólia é da Europa ou da própria Ásia.

 

 

 

Austrália detectou a PSA em produtos alimentícios

Segundo a notícia ASF China: Virus reaches Ningxia; more cases in Mongolia (por Vincent ter Beek) por Pig Progress de 24 de janeiro de 2019, a Austrália detectou a PSA em produtos alimentícios. Depois de relatos semelhantes de Taiwan, Coréia do Sul e Tailândia, o controle de fronteira australiano também confirmou a descoberta da peste suína africana (PSA) em produtos alimentícios trazidos para o país. Depois de aumentar seus esforços contra essa doença, à medida que o vírus continua a se espalhar globalmente, as autoridades australiana apreenderam 152 produtos derivados da carne suína nos aeroportos e centros de correio australianos durante um período de duas semanas. Após o teste realizado pelo pessoal do Department of Agriculture and Water Resources, a PSA foi encontrada em 6 deles. Todas as amostras contaminadas foram apreendidas e destruídas e, portanto, [agora] não representam uma ameaça para a indústria de suínos na Austrália.

 

 

Rosselkhoznadzor da Rússia: vírus da PSA romperá fronteiras

Segundo a notícia ASF set to break through borders (por Vladislav Vorotnikov) do Global Meat News de 28 de janeiro de 2019, neste ano, surtos da peste suína africana (PSA) deverão ocorrer na França e na Alemanha. Também está prevista o agravamento da disseminação da PSA no Sudeste Asiático. São as previsões do serviço federal Rosselkhoznadzor (Federal Service for Veterinary and Phytosanitary Surveillance) da Rússia ditas no último 19 de janeiro (durante uma conferência em Moscou) pelo seu diretor Sergey Dankvert.

Sobre a epidemia de PSA na Ásia, Dankvert espera “consequências realmente severas”, especialmente para a Tailândia, o Vietnã e as Filipinas.

O diretor do Rosselkhoznadzor disse que a disseminação da PSA na Europa aconteceu 100% como fora previsto pelo Rosselkhoznadzor. Porém, não se esperava que a PSA aparecesse na China tão cedo e não havia previsão de que a Mongólia fosse atingida (relatórios oficiais chineses sustentam que neste país a doença veio da Rússia e passou pelo Cazaquistão). “Acreditamos que esses fatos são uma evidência de que a disseminação global da PSA não está sob controle”.

Neste ano, o Rosselkhoznadzor espera novos surtos de PSA na França e na Alemanha. Nas previsões anteriores, o corpo de fiscais agropecuários, responsável pela defesa sanitária animal e vigilância sanitária na Rússia, estimou que a PSA se deslocaria para o Oeste (rumo à Europa) com uma velocidade média de cerca de 350 km por ano.

O risco da disseminação da PSA pelo turismo — Recentemente, o Rosselkhoznadzor descobriu um lote de produtos derivados com o vírus da PSA. Nos últimos anos, esses casos vêm acontecendo com regularidade na Rússia, já que vários lotes de produtos derivados com o genoma da PSA foram detectados nas prateleiras dos supermercados.

Segundo a notícia, Sergey Yuschin, presidente da Russian National Meat Association, acredita que esse problema pode acelerar a disseminação da PSA em todo o mundo, inclusive na América do Norte. Yushin alertou que os turistas que viajam de um país para outro podem simplesmente levar1 o vírus da PSA em um “sanduiche contendo o genoma da PSA”.

Além disso, o Taiwan's Council of Agriculture (Conselho de Agricultura de Taiwan) disse ter identificado pela primeira vez um caso em que uma encomenda com salsichas de carne suína infectadas por PSA transitava pelo correio, situação que aumenta ainda mais as chances de sua disseminação para outros países.

 

 

 

Dinamarca constrói quilométrica cerca na tentativa de evitar a PSA

De acordo com a notícia Denmark set to build wild boar fence on German border (por Ashley Williams) do Global Meat News de 29 de janeiro de 2019, o Ministry of Environment and Food  of Denmark (ministério do meio ambiente e alimentos da Dinamarca) iniciou a construção de uma cerca "anti javalis" com 70 quilômetros de extensão na fronteira com a Alemanha para combater a ameaça da peste suína africana (PSA).

A cerca, com 1,5 m de altura e com 50 cm abaixo do solo, segundo a notícia, será concluída em outono (do Hemisfério Norte) de 2019.

Partidarização política da PSA —  O Denmark’s Liberal Party (partido liberal) da Dinamarca "assumiu total responsabilidade pela decisão" para "proteger" a Dinamarca da PSA que supostamente "estaria se aproximando" das fronteiras dinamarquezas.

As exportações da indústria suína da Dinamarca somaram cerca de DKK 30 bi (1 coroa dinamarquesa vale atualmente 0,153 dólares norte-americanos); em 2016, com DKK 11 bi para fora dos países da União Europeia (UE). O governo da Dinamarca alegou que se um surto de PSA ocorrer, seriam fechadas as exportações para países de fora da EU.

"Temos 11 bilhões de boas razões para fazer de tudo o que pudermos para evitar que a peste suína africana chegue à Dinamarca. E agora, finalmente, poderemos começar a erguer nossa cerca [anti] de javalis", afirmou Jakob Elleman-Jensen, ministro de meio-ambiente e alimentos da Dinamarca.

 

 

 

Surto de PSA pode enterrar em dívidas pequenos suinocultores chineses

De acordo com a notícia Swine fever outbreak may bury China's small pig farmers da Reuters, de 1º de fevereiro de 2019, desde que a peste suína africana (PSA) atingiu uma criação na cidade vizinha de Shenyang em agosto passado, um casal de chineses acumulou cerca de 300.000 yuans (US$ 44.712,72) em dívidas, 10 vezes mais que eles fazem em um bom ano criando porcos.

A doença incurável já percorreu milhares de quilômetros, atingindo principalmente pequenas criações no maior país produtor de carne suína do mundo e provocando uma reviravolta sem precedentes no setor que vale de US$ 1 trilhão em suínos.

Embora essa criação não estivesse infectada, medidas para deter a disseminação da PSA efetivamente mataram o sustento da família.

Em setembro passado, as autoridades de fiscalização agropecuária da China proibiram o transporte de suínos vivos das províncias infectadas, medida que faz parte de uma "prolongada guerra" contra uma doença que normalmente leva anos para ser erradicada.

O casal de chineses se livrou de cerca de 30 suínos este mês, perdendo cerca de 800 yuans em cada um, depois de alimentá-los meses para que depois fossem abatidos na alta dos preços.

Eles ainda têm quase 50 suínos nessa situação, agora acima do peso, e nenhum frigorífico os quer.

"Nós mal podemos sobreviver", disse um dos chineses durante uma entrevista para a Reuters em sua modesta fazenda no condado de Changtu, a duas horas e meia de carro ao norte de Shenyang, capital de Liaoning.

Na China, pequenos produtores criam menos de 500 porcos para abate a cada ano e respondem por cerca de 40 por cento da produção desse país, ou cerca de 280 milhões de suínos por ano, segundo dados de 2016 de consultores do Rabobank.

Mas a epidemia de PSA parece destinada a acelerar a mudança em uma indústria que já está ruma para fazendas mais industrializadas, particularmente no norte da China.

As medidas postas em prática para combater a PSA favorecem fortemente as grandes explorações de suínos consideradas mais capazes de prevenir a propagação de doenças e que contam com padrões de higiene mais elevados. Um documento do governo de 27 de dezembro, que afrouxou as regras de transporte de suínos de países infectados, só se aplicava às fazendas incorporadas.

Outra regra proibiu o uso de resíduos de cozinha (lavagem) para alimentação de suínos, aumentando significativamente os custos para muitos agricultores que não podem comprar ração comercial a um custo razoável.

 

 

 

PSA: situação global

Com base na notícia ASF threat – what more can be done? Do Pig World de 8 de fevereiro de 2019, a situação global da peste suína africana (PSA), revela:

 

Bélgica e França

Até o momento, cerca de 350 surtos de PSA em javalis selvagens foram confirmados desde que seu vírus, em setembro passado, foi descoberto pela primeira vez na região belga do Luxemburgo. O vírus da PSA ainda não atingiu os suínos de criação. No entanto, a França está em alerta máximo, incluindo o planejamento da eliminação de javalis selvagens e construção de cercas de contenção perto da fronteira com a Bélgica, depois que o vírus da doença foi confirmada no mês passado em dois javalis encontrados mortos, a cerca de 1 km da fronteira belga.

 

Europa Oriental

Desde julho do ano passado caiu todos os meses o número de casos em suínos de criação nos países afetados. Em dezembro, apenas 27 surtos foram registrados em dezembro (22 na Romênia), em comparação com os 437 registrados em julho, de acordo com a última atualização da Animal & Plant Health Agency (APHA) do Reino Unido. No entanto, os casos de PSA em javalis selvagens permanecem consistentemente altos, aumentando em dezembro passado, com quase metade dos surtos relatados na Polônia, que planeja abater 185.000 javalis, de acordo com relatos.

 

Dinamarca

Autoridades começaram a construir uma cerca de contenção ao custo de 44 milhões de libras ao longo da fronteira com a Alemanha para impedir a entrada de javalis selvagens no país, já que a expectativa é de que a PSA poderá alcançar a Alemanha.

 

China

A PSA foi relatada em 26 províncias (com exceção de cinco) em mais de 100 surtos desde agosto do ano passado, com mais de 900.000 suínos abatidos. As autoridades chinesas relataram que mais de 60% dos surtos estão associados à alimentação ou restos de comida (lavagem) de suínos.

 

Austrália

O vírus ASF foi encontrado em seis produtos derivados de carne suína que foram levados para a Austrália em janeiro deste ano, quando a fiscalização de fronteira testou 152 produtos em aeroportos e centros de correios. Houve relatos semelhantes de Taiwan, Coréia do Sul e Tailândia.

 

 

PSA: indústria de suínos belga está financeiramente quase arruinada

 

 

Segundo a notícia ASF Belgium: Financial troubles for swine farmers (por Anne-Marie van der Linde) do Pig Progress de 20 de março de 201, como resultado do surto de peste suína africana, a indústria de suínos belga está financeiramente quase arruinada. O país tem uma taxa de autossuficiência de 225% e, portanto, é fortemente dependente das exportações. Cerca de 80% das exportações permanecerão dentro da União Europeia (UE), sendo a Alemanha, a Polônia e os Países Baixos os maiores parceiros comerciais da Bélgica. Como consequência da PSA, no entanto, o comércio com países terceiros (fora da UE) praticamente desapareceu.

As exportações para os Países Baixos e a Alemanha, no entanto, também são influenciadas, uma vez que os compradores de frigoríficos holandeses e alemães querem frequentemente confirmar por escrito que a carne suína não provém da Bélgica. Esta limitação de exportação resulta que os frigoríficos não desejam pagar mais pelos suínos criados na Bélgica.

A situação está ficando difícil para muitos produtores belgas de suínos. Tanto na associação dos agricultores (Belgian Farmers Association) quanto no sindicato de fazendeiros (Algemeen Boerensyndicaat), cada vez mais se conhece os nomes das fazendas de suínos que entraram em um contrato de crédito com sua empresa de rações, já que não são mais capazes de pagar suas contas. Depende da relação entre a fábrica de ração e a fazenda de criação de suínos o tempo que ainda se pode continuar criando suínos na Bélgica.

 

 

PSA: fiscalização agropecuária da China aperta controle sobre frigoríficos

Com base na notícia ASF China: Slaughterhouse controls are tightened (por Vincent ter Beek) do Pig Progress de 25 de março de 2019, as autoridades chinesas de fiscalização agropecuária divulgaram novas orientações para os frigoríficos que intensificam a detecção da peste suína africana (PSA) nas carcaças dos suínos abatidos.

O Ministry of Agriculture and Rural Affairs (MARA) da China divulgou recentemente o aviso 'Fortalecendo a detecção da PSA durante o abate', visto que efetivamente reconheceu que a detecção do vírus dessa doença durante o processo de abate é um meio efetivo de eliminar sua transmissão. A tarefa para esses frigoríficos será inspecionar as carcaças aplicando o teste de PCR.

As autoridades veterinárias locais orientarão os laboratórios dos matadouros que atendem aos requisitos técnicos para testes de PCR, para fornecimento de reagentes e treinamento de técnicos. Será dada atenção, por exemplo, ao pré-teste de amostras de sangue, à detecção de lesões típicas da PSA, à interrupção imediata da produção quando esta doença for detectada, à notificação de surtos e à obtenção de indenização pelos lotes perdidos. As novas diretrizes também indicam claramente o que acontecerá em caso de fraude.

Antes de 1º de julho, todos os frigoríficos serão fiscalizados do âmbito das províncias chinesas. Caso o frigorífico não cumpra os padrões solicitados, sua qualificação poderá ser retirada escreveu o MARA. 

 

   

 

PSA reduz a produção de suínos em 4%

Com base na notícia ASF to cut global pork supplies, reports USDA (por Simon King) do Pig World de 17 de abril de 2019, a produção mundial de suínos cairá 4% em 2019, de acordo com o último relatório de previsão do Departamento de Agricultura (USDA) dos Estados Unidos.

Essa queda é devido à redução de 10% na produção chinesa de suínos devido à peste suína africana (PSA). Os surtos dessa doença resultaram em um declínio no plantel, inevitavelmente levando a uma contração na produção de carne suína.

 

 

 

PSA reduzirá em 35% a suinocultura China

Com base na notícia ASF tipped to cut Chinese pork production by 35% (por Aidan Fortune) do Global Meat News de 12 de abril de 2019, segundo um relatório do grupo Rabobank, a ocorrência da peste suína africana (PSA) na China deverá reduzir sua produção de suínos em até 35%.

 

 

O grupo Rabobank sustenta que o impacto da PSA na China cresceu muito mais do que o esperado e que perdas consideráveis no seu rebanho reprodutivo atrasarão ainda mais a recuperação da sua suinocultura. O Rabobank também afirma que os esforços para a reconstrução da suinocultura chinesa serão ainda mais complicados pelo risco de recontaminação, apesar dos recursos financeiros disponíveis.

"A PSA se espalhou para todas as províncias da China continental, e agora afeta entre 150 a 200 milhões de suínos, e é inédita a esperada perda de 30% na produção de carne suína", disse Christine McCracken, analista sênior da RaboResearch para proteína animal. "Essas perdas não podem ser facilmente substituídas por outras fontes de proteínas, como frango, pato e frutos do mar, e nem o aumento de importações é capaz de compensar totalmente essa perda".

O grupo Rabobanck também alertou que os países vizinhos à China poderão ter prejuízos semelhantes. "A ASF se espalhou para o Vietnã em fevereiro e, mais recentemente, para os mercados vizinhos no Sudeste Asiático. Com base nas semelhanças com a produção de suínos na China, esperamos que esses mercados vizinhos sofram perdas — em termos percentuais — consideráveis de rebanhos de suínos em virtude da PSA e experimentem semelhantes dificuldades na contenção dessa doença. Grande parte do Sudoeste Asiático terá dificuldade em repovoar seu rebanho de suínos e na garantia de suprimentos provisórios de proteína. Perdas devido à PSA no Sudoeste Asiático exacerbarão as deficiências globais de proteína, a adicionar mais pressão aos mercados globais".

O grupo Rabobank também acrescentou que a situação da China trará oportunidades aos setores com excedente exportável e acesso à China e ao Sudeste Asiático. Por outro lado, criará ineficiências logísticas e aumentará os custos ao longo de toda a cadeia de suprimentos.

A ASF já entrou na Europa: essa doença já é endêmica em partes do Leste Europeu, como os Estados Bálticos e partes da Polônia e da Rússia. Os surtos de PSA também foram registrados em outros países europeus, incluindo a Bélgica.  

No início desta semana, o National Pork Producers Council (NPPC) dos EUA tomou a decisão de cancelar a World Pork Expo deste ano devido aos temores em relação à PSA.

 

 

China: PSA fora de controle e comprovação de que não há "boa barreira natural" capaz de conter a doença

Com base na notícia China says African swine fever found on Hainan island do The Pig Site de 20 de abril de 2019, a Reuters relata que a peste suína africana (PSA), incurável e fatal para os suínos, mas inofensiva em humanos, foi encontrada em duas pequenas criações de suínos na cidade de Danzhou e mais duas na cidade de Wanning. A peste suína africana já foi encontrada em todas as províncias e regiões do continente chinês, incluindo a ilha de Hainan, desde que foi detectada pela primeira vez em agosto de 2018.

O novo surto da PSA sugere que a situação está "fora de controle", disse Yao Guiling, analista da Guantong Futures.

A disseminação rápida e contínua da PSA levanta preocupações sobre uma iminente escassez de suínos na China, que é no maior produtor e consumidor do mundo de produtos derivados da suinocultura.  

Comparada com o ano passado, a produção de carne suína caiu 5,2% nos primeiros três meses deste ano, informou o National Bureau of Statistics [Departamento Nacional de Estatísticas] da China na quarta-feira (17 de abril), e espera-se que caia muito mais nos próximos meses.

A ilha de Hainan, um popular destino turístico a cerca de 450 quilômetros ao sul da província chinesa de Guangdong, foi considerada pelo Ministry of Agriculture and Rural Affairs [Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais] da China como "uma boa barreira natural contra a doença".

Em um plano preliminar para estabelecer zonas para controlar a propagação da PSA, o ministério da Agricultura chinês tinha afirmado "que Hainan seria a primeira região a estabelecer áreas livres de peste suína africana".

____________

1 No Brasil, vige a Instrução Normativa nº 11, de 10 de maio de 2016, do Ministério da Agricultura — ato que foi contestado pela Afisa-PR —, que autoriza "o ingresso no território nacional, dos produtos de origem animal destinados ao uso e ao consumo humano ou animal, classificados como não presumíveis veiculadores de doenças contagiosas". Ora, classificados como "não presumíveis"?

Modificado em 21-4-2019 em 11:04

 

Matérias vinculadas:

19-8-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) &  A PSA continua implacável na Ásia e na Europa Oriental [Na Ásia até 200 milhões de suínos poderão ser abatidos na China; segundo as Nações Unidas, cerca de 1.170.000 suínos já foram abatidos nesse país em um esforço para deter a disseminação da mortal peste suína africana (PSA)]

 

 

10-8-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & A PSA ameaça toda a indústria de suínos da Europa Oriental [A peste suína africana (PSA) não é uma "doença política"]

 

 

20-7-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Reino Unido: um 'simples' surto de PSA poderá custar £ 85 milhões [No Reino Unido, sua fiscalização agropecuária e suas entidades classistas de suinocultores não querem ser mais realistas que o rei]

 

 

17-7-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & PSA na Letônia, Vietnã, Laos, Romênia, Camboja, Hungria, Ucrânia, China, Rússia, Bélgica, Polônia, África do Sul... [A peste suína africana (PSA) é uma questão de "sorte" e de tempo?]

 

 

1-6-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & China: como a PSA afeta o comércio global de proteína animal [Este ano, em decorrência da peste suína africana (PSA), a China tem menos 133.862 milhões de suínos]

 

 

31-5-2019 - Pig Progress & ASF Vietnam: 2mln pigs culled; N-Korea reports outbreak [The number of culled pigs in Vietnam due to ASF keeps rising as official figures now speak of 2 million culled pigs]

30-5-2019 - PIG World & OIE says China faces long struggle to tackle African Swine Fever [The World Organisation for Animal Health (OIE) said it will take years for China to contain the deadly African swine fever virus that has spread throughout the country] 

28-5-2019 - Reuters & China faces long struggle to tackle African swine fever: OIE [It will take years for China to contain the deadly African swine fever virus that has spread throughout the country, which is the world’s biggest pork producer, the World Organization for Animal Health (OIE) said on Tuesday]

 

 

28-5-2019 - Pig Progress & ASF Vietnam: Virus in 10 new provinces; culls rise to 1.6m [African Swine Fever (ASF) is on the loose in Vietnam. In OIE reports from this week, the cull count of the animals has risen to 1.57 million and 10 more provinces reported outbreaks]

10-5-2019 - Pig Progress & Wild boar can be immunised for ASF using a vaccine [Wild boar can be immunised against African Swine Fever (ASF) by a new vaccine delivered to the animals in their food, according to new research from Spain]

10-5-2019 - Pig Progress & ASF China: Global agribusiness suffers; estimates vary [It is no secret that African Swine Fever (ASF) is having a considerable impact on the pig population in China. The global agribusiness is also starting to feel the consequences of the outbreaks. Experts disagree, however, as to how big the impact will be exactly – from 13% to over 50% reduction]

29-4-2019 - Farm Jorurnal's Pork & ASF Reported in North Korea [African swine fever may now be in another country. "DailyNK.com" reporting ASF has spread to North Korea. It's citing multiple sources inside the country saying ASF began to spread in areas on the outskirts of Pyongyang in mid-February]

24-4-2019 - Valor Econômico & Crise reformulará mercado global de proteínas animais

 

 

22-4-2019 - CNN Business & Swine fever has wreaked havoc with China's pork production, and the world is feeling it [African swine fever is plaguing China's pork production. The disease is killing multitudes of animals, hitting the global pork supply chain, and driving up prices.China is one of the biggest producers of pork in the world, with around half of the meat's global output. China's pork production has fallen 10% this year, according to US government statistics.To meet China's insatiable demand for pork products, the country is turning to imports, which are expected to hit a record high in 2019. The European Union, Brazil, Canada and the Unites States are providing the goods]

20-4-2019 - Hypeness & Peste suína se espalha e 200 milhões de porcos podem ser abatidos na China [Certas tradições alimentares fazem da China o país que mais mata porcos para consumo da carne suína no mundo – e tal cenário se transforma em realidade alarmante quando uma epidemia de peste suína se confirma. Mais de um milhão de animais já foram abatidos no país por conta dessa contaminação, apresentando sintomas de contaminação e infecções graves. É o número mais expressivo de contaminação na história do país – e ele pode crescer de forma próxima assombrosa. Pois o país possui cerca de 360 milhões de porcos e, para os especialistas, mais de 200 milhões deles estão sujeitos a serem infectados pela peste que se alastra em alta velocidade – e tal alastramento pode levar a uma verdadeira chacina de animais. A contaminação pode se dar por meio do transporte de animais vivos, pessoas, carnes e subprodutos. O vírus não oferece riscos para o ser humano, mas é letal para o rebanho suíno]

20-4-2019 - The Pig Site & China says African swine fever found on Hainan island [Reuters reports that the disease, fatal to pigs but harmless in humans, was found on two small pig farms in Danzhou city and two farms in Wanning city. African swine fever has now been found in every province and region on the mainland, including Hainan island, since it was first detected in August 2018. The new outbreak suggests that the situation is "out of control," said Yao Guiling, a livestock analyst with Guantong Futures]

17-4-2019 - Pig World & ASF to cut global pork supplies, reports USDA [Global pork production will fall by 4% in 2019, according to the latest outlook report from the United States Department of Agriculture]

12-4-2019 - Global Meat News & ASF tipped to cut Chinese pork production by 35% [The onslaught of African Swine Fever (ASF) in China is expected to cut production in the country by yo to 35% in 2019, according to a new report by Rabobank]

29-3-2019 - Global Meat News & Chinese authorities crack down on black Market pork [A spate of prosecutions against black Market pork processors and vendors has been unleashed in China's ongoing battle against African swine fever, which has caused huge damage to the country's pig sector]

25-3-2019 - Pig Progress & ASF China: Slaughterhouse controls are tightened [The Chinese authorities have released new guidelines for slaughterhouses to step up its actions to detect African Swine Fever (ASF) infection in carcasses]

22-3-2019 - Food And Agriculture Organization of the United Nations/Agriculture and Consumer Protection Department/Animal Production and Health & ASF situation in Asia update [The next updade will be issued in 29 de March 2019]

 

 

20-3-2019 - Pig Progress & ASF Belgium: Financial troubles for swine farmers [Despite the fact that the outbreaks of African Swine Fever have been restricted to wild boar, Belgian exports have halved. The price drop is putting a heavy burden on local swine producers and there doesn’t seem much room for a quick improvement]

16-3-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Identificação do v-PSA: teste portátil foi testado com sucesso [Em 2007, a ARS/USDA solicitou que esse tipo de teste fosse empregado na Geórgia na detecção do v-PSA, embora nunca tivesse sido testado fora do laboratório; foi um sucesso, fornecendo resultados após 60 a 90 minutos das raspagens, em comparação com as várias horas demandadas nos ensaios convencionais de PCR - ASF-v ID: Portable test has been successfully tested & In 2007, the ARS/USDA requested that this type of test be employed in Georgia in detecting ASF-V-PSA, although it had never been tested outside the laboratory; was a success, providing results after 60 to 90 minutes of the raspagens, compared to the several hours demanded in conventional PCR assays]

 

 

13-3-2019 - Successfull Farming (SF) & Why you can't believe what China says about african swine fever [A week in China shows Iowa farmers that the country's agriculture is struggling]

 

 

4-3-2019 - Pig Progress & What 1 pig can tell about ASF in China [The situation of African Swine Fever (ASF) in China appears out of control. Continental Asia will have to get used to the fact that the virus will be around for much longer. Pig Progress editor Vincent ter Beek explains why and discusses the longer-term consequences]

4-3-2019 - Pig Progress & ASF Vietnam: 22 new villages reported infected [Vietnam has reported that 22 additional villages have reported the occurrence of African Swine Fever (ASF)]

28-2-2019 - Pig Progress & Czechia officially free from African Swine Fever [Czechia is the 1st country in the EU to be officially declared free from African Swine Fever (ASF) after it was infected in recent years. As no outbreak has been found in Czechia since April 2018, the country received the support of the EU member states to lift all restrictions in the country]

23-2-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & PSA se espalha pela Ásia [Relatados os primeiros surtos de peste suína africana (PSA) no Vietnã & ASF spreads across Asia & Reported the first outbreaks of African swine fever (ASF) in Vietnam]

 

 

21-2-2019 - Pig World & Vietnam confirms first cases of African swine fever [Vietnam has announced its first cases of African swine fever (ASF), with eight outbreaks reported in two northern provinces, bordering China. The Vietnamese Ministry of Agriculture and Rural Development (MARD) Animal Health Department confirmed on Tuesday that ASF has been detected in Hung Yen and Thai Binh, southeast of the capital city of Hanoi and approximately 100 miles (160 km) from the Chinese border]

 

 

20-2-2019 - Pig Progress & ASF Vietnam: 1st outbreaks on farms near Hanoi [While it was expected, the eventual news still came as a shock: Vietnam has reported its 1st cases of African Swine Fever (ASF)]

 

 

19-2-2019 - Reuters & Vietnam confirms first African swine fever cases on three farms [African swine fever has been detected on three farms in Vietnam, authorities said on Tuesday, the first confirmed cases of the highly contagious disease in the Southeast Asia country]

16-2-2019 – Pig Progress & Russia blocks pork imports from Mongolia due to ASF [The emergence of African Swine Fever (ASF) in Mongolia has alerted Russia’s veterinary authority Rosselkhoznadzor – leading to an import stop for pigs and pork. There is fear that the outbreaks may pose a threat to Russian regions that still enjoy an ASF-free status]

15-2-2019 - Pig World & Arrests made in connection with Belgian ASF outbreak [Prosecutors investigating the cause of Belgium’s African swine fever (ASF) outbreak have made two arrests, which appear to be linked to wild boar being imported from Eastern Europe, according to reports. The Belgian news media is reporting that searches took place and four people were interviewed last Wednesday as part of the ongoing judicial investigation into the outbreak in the country’s Luxembourg region, which was discovered when two wild boar tested positive in September. Subsequently two arrests have been made, with the detention of one of the suspects extended by a month, according to the Landbouwleven website]

9-2-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Japão: a alarmante escalada da PSC ["Estamos diante de uma situação extremamente séria", disse em Tóquio o ministro da Agricultura do Japão, Takamori Yoshikawa, diante da alarmante escalada da peste suína clássica (PSC) & Japan: The alarming escalation of the CSF & "We are facing an extremely serious situation," Japan Minister of Agriculture Takamori Yoshikawa said in Tokyo in the face of the alarming escalation of classical swine fever (CSF)]

 

 

8-2-2018 - Pig World & ASF threat – what more can be done? [The global picture: Belgium/France; Eastern Europe; Denmark; China e Australia]

1-2-2019 - Reuters & Swine fever outbreak may bury China's small pig farmers [For farmers Zhang Shiping and Bai Fuqin in northeast China, there is little to celebrate this Lunar New Year. Since African swine fever struck a farm in nearby Shenyang city last August, the couple has racked up about 300,000 yuan ($44,712.72) in debt, 10 times what they make in a good year raising pigs]

29-1-2019 - Global Meat News & Denmark set to build wild boar fence on German border [Denmark’s Ministry of Environment and Food has begun constructing a 70-kilometre wild boar fence in Padborg to combat the threat of African swine fever (ASF) from Germany]

28-1-2019 - The Guardian & Build a wall, wild boar will fall: Denmark erects barrier to keep out German pigs [42-mile fence on border with Germany aims to protect pig farms from African swine fever]

 

 

28-1-2019 - Global Meat News & ASF set to break through borders [In 2019, African swine fever (ASF) is likely to appear in France and Germany, and further spread of the disease in anticipated in south-east Asia, according to Sergey Dankvert, director of the Russian veterinary body Rosselkhoznadzor, speaking during an industry conference in Moscow on 19 January]

24-1-2019 - Pig Progress & ASF China: Virus reaches Ningxia; more cases in Mongolia [The outbreak of African Swine Fever in Mongolia has turned out not to be a one-off case. Soon after the initial reporting of the virus on a backyard farm, 4 more cases were reported to the OIE, one of which is close to the capital Ulaanbaatar. In China, the virus was reported in province number 26: Ningxia]

19-1-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & O que torna tão difícil erradicar a PSA? [Torna-se crucial incluir a ciência social ao planejar medidas de prevenção, controle ou erradicação da peste suína africana (PSA).  Considerando-se apenas suas particularidades biológicas, contagiosidade, tenacidade e taxa de letalidade, mas ignorando os aspectos humanos, sua atual epidemia de PSA não será controlada & What makes ASF so difficult to eradicate? & It´s crucial to include social science when planning measures to prevent, control or eradicate African Swine fever (ASF). Considering just their biological particularities, contagiosity, tenacity and lethality rate, but ignoring human aspects, their current ASF epidemic will not be controlled]

17-1-2019 - Daily Mail & African swine fever virus is discovered in pork products in Australia prompting an urgent warning [Australian border security intercepted 152 illegally imported pork products; Six were found to be contaminated with contagious African swine fever virus e The deadly disease affects pigs, with 360,000 global cases reported last year]

 

 

17-1-2019 - The Weekly Times & African Swine Fever found in pork products at Australian airports and in mail [AAuthorities have identified the contagious African Swine Fever in samples of six pork products seized at Australian airports and mail processing centres. The testing was conducted over a two-week period at the Australian Animal Health Laboratory in Geelong as part of the Department of Agriculture and Water Resources’ border activities. The department’s head of biosecurity, Lyn O’Connell said six pork products from the 152 tested were contaminated with the virus]

18-1-2019 - Pig Progress & ASF China: 2nd outbreak Gansu; Mongolia reports ASF [On its way to infect zones more inland in China, African Swine Fever has been reported once more in Gansu province. Total amount of culled pigs due to ASF has exceeded 900,000 now according to Chinese figures. Worryingly, earlier this week the virus was also found in pig-low Mongolia]

15-1-2019 - Pig Progress & ASF Belgium: French panic as ASF virus draws nearer [The French authorities are getting nervous now wild boar with African Swine Fever have been found just over 1km from the Belgian-French border. The latest count by the OIE now shows 322 positive tested animals]

10-1-2019 - Pig World & ASF risk level increased to Medium, suggesting incursion 'likely' [The Government has raised the risk level of African swine fever (ASF) entering the country from ‘low’ to ‘medium’ meaning an incursion is likely]

7-1-2019 - Pig Progress & ASF China: Infected pig carcass found at Taiwanese beach [A dead pig, infected with African Swine Fever (ASF), has been found on the shores of an islet that belongs to Taiwan. Most probably it washed ashore from mainland China]

 

 

6-1-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & China cria suínos transgênicos resistentes à PSC [O uso de suínos transgênicos pode reduzir as perdas econômicas relacionadas à peste suína clássica (PSC), sustentam pesquisadores chineses & China creates CSF-resistant transgenic pigs & The use of transgenic pigs can reduce the economic losses related to classical swine fever (CSF), say Chinese researchers]

3-1-2019 - Pig Progress & ASF China: Largest pig farm so far infected [African Swine Fever (ASF) has been detected on the largest swine farm so far: A facility with 73,654 pigs was hit in northern Heilongjiang province was hit. The farm in Mingshui County, near Suihua City, is called Heilongjiang Asia-Europe Animal Husbandry Company, according to press agency Reuters. Major shareholder of the farm is state-owned Zhejiang Rural Development Group, but the operation is also partly owned by a Danish investment fund, the news agency said]

 

 

28-12-2018 - Pig Progress & ASF China: Virus found in animal feed; 102 outbreaks [As the number of officially reported African Swine Fever cases in China has risen to above 100, China detected African Swine Fever virus in various protein powders based on pork blood cells]

 

 

27-12-2018 - Pig Progress & ASF Belgium: Virus knocks on French border [In comparison to the scale of China, the African Swine Fever situation in Belgium is only tiny: only in wild boar and well under control. Still, the virus has been advancing to an area at about 3km from the border with France]

 

 

25-12-2018- Reuters & China finds African swine fever virus in some animal feed products

22-12-2018 - L'est Républicain & Peste porcine : un sanglier contaminé en Belgique à la frontière de la Meuse et 10 autres à l'analyse [A Meix-devant-Virton, commune frontalière belge, non loin de Thonne-La -Long, 10 carcasses de sangliers ont été retrouvées jeudi, côté belge, derrière les clôtures installées, dans la zone dite tampon à l’endroit précis appelé "Perrière", en face du parc à containers]

21-12-2018- The Pig Site & What do we know about the 2018 ASF outbreaks? [With the recent surge in cases of African swine fever around the world, and its prevalence in Eastern Europe, stakeholders in the agricultural sector are keener than ever to gain a deeper insight into the causes, management and implications of these outbreaks]

19-12-2018 - Pig Progress & ASF China: Guangdong is province 23 to report ASF [China’s most populous and one of the more well-known provinces, Guangdong, has reported its 1st outbreak of African Swine Fever. In doing so, it is the 23rd province to report an outbreak of the viral disease]

10-12-2018 - Pig Progress & ASF Belgium: 125 cases; EFSA warns for wild boar [Although cases of ASF infected wild boar continue to be found in Belgium, the virus appears to be under control. The total count is now 125 cases. In the meantime, the European Food Safety Authority has issued its worries on the wild boar levels]

30-11-2018 - Global Meat News & ASF in China gets closer to Russia [Russian authorities are raising the alarm after an outbreak of African swine fever (ASF) was detected in an area of China close to the Russian Border]

30-11-2018 - The Pig Site & EFSA highlights latest developments on African swine fever in Europe [EFSA has published an update on the epidemiological situation of African swine fever (ASF) in Europe]

29-11-2018 - European Food Safety Authority (EFSA) & Latest developments on African swine fever [EFSA has published an update on the epidemiological situation of African swine fever (ASF) in Europe. In the latest report, experts assess the effectiveness of different measures that can be taken when a case of ASF is detected in an area that was previously disease-free and is far from affected areas]

26-11-2018 - The Pig Site & Ag Ministry says ASF won't become epidemic [China has confirmed 74 outbreaks of African swine fever in 20 provincial areas, but the deadly pig virus, which is not harmful to people, won't break out into regional epidemics according to the Ministry of Agriculture and Rural Affairs]

26-11-2018 - Pig Progress & ASF China: Virus in Beijing; Thailand finds ASF in sausages [African Swine Fever continues to spread in China with now 80 reported cases in 20 areas. Since this weekend, that also includes the metropolitan area of Beijing. In the meantime, the virus has also been found in the luggage of Chinese travellers to Thailand]

23-11-2018 - Reuters & China's Xiamen airlines to stop serving pork on flights due to African swine fever

 

 

20-11-2018 - Pig Progress & ASF China: Count at 74 outbreaks; dead wild boar confirmed [The number of reported African Swine Fever (ASF) outbreaks in China has continued to rise to 74 while also the 1st occurrence of the virus in wild boar has been confirmed]

15-11-2018 - Asia Times & Fears grow of a swine fever epidemic in China [Pig industry experts warn of the dangers of the disease spreading across the region and even to the US]

 

 

13-11-2018 - Global Meat News & African Swine Fever found in Chinese animal feed [Chinese animal fedd provider Tangrenshen Group has reported that African Swine Fever (ASF) has been detected in one of its units]

12-11-2018 - Pig Health Today & Flies 'possible route' of African swine fever spread [Researchers at Denmark’s National Veterinary Institute found that pigs can become infected with the virus if they ingest flies carrying the virus]

12-11-2018 - Pig Progress & Even stray cats are not safe due to ASF in Ukraine [The developments show, however, that concerns about the further spread of ASF are growing in Ukraine. This is happening against a background several meat processing plants attempting to use meat of infected pigs for manufacturing finished products. That news was shared by law enforcement agencies]

7-11-2018 - Pig Progress & ASF China: WH Group under scrutiny; 59 outbreaks [Of all major swine producers in China, the Chinese WH Group has recently received the most attention with regards to African Swine Fever]

2-11-2018 - Taipei Times & ASF virus found in PRC sausage [A first: Of the 690 items tested since quarantine checks were increased at the end of August, the package of sausauges was the first meat product to have the virus]

29-10-2018 - Pig Progress & ASF China: Kitchen waste blamed; outbreaks in the south [The Chinese ministry of agriculture has identified various reasons for the quick introduction and spread of African Swine Fever: swill feeding, long-distance transports and in an earlier stage, porcine plasma. All current practices have to change]

24-10-2018 – Pig Progress & ASF China: South affected; Japan finds virus in meat [African Swine Fever (ASF) has descended to also affect more areas in the south of China, including Yunnan, Hunan and one more in Zhejiang. In addition, Japan has reported the finding of ASF virus in imported meat at an airport. The batch has been destroyed]

24-10-2018 - Metat + Poultry & African swine fever, trade war pain points for China [A recent Reuters report stated China has culled nearly 200,000 swine since the ASF outbreak began earlier this year. Culling has had a negligible impact on China’s swineherd, which represents 50 to 55 percent of the global swineherd. But prices for pork in China have increased 25 percent since July because the ASF outbreak forced the Chinese to implement control measures that constrain the country’s supply chain of pork, CoBank sai]

22-10-2018 - The Maininchi & African swine fever virus detected in luggage at Hokkaido airport [Highly contagious African swine fever virus has been detected in the luggage of a traveler from China at a Hokkaido airport, Japan's farm ministry said Monday] 

22-10-2018 - Independent & China finds African swine fever in country's south, fuelling supply worries [China’s three-month old outbreak of African swine fever has spread for the first time to the country’s south, its major pork-consuming region, signaling how deeply the deadly disease has permeated the country’s pig herd, the world’s largest]

19-10-2018 - L'est Républicain & Peste porcine: une clôture à la frontière entre la Meuse et la Belgique [Près de 90 chasseurs et patrouilleurs ont posé ce jeudi matin 20 km de clôture électrique à la frontière entre la Meuse et la Belgique pour empêcher la propagation en France du virus de la peste porcine africaine]

19-10-2018 - Pig Progress & ASF China: 10th region hit, big farms need attention [Updates with regard to African Swine Fever (ASF) are coming in at a high pace this week. A 10th region officially reported to be hit by the virus as the Chinese authorities are demanding a higher degree of oversight of larger swine farms in order to face the challenges]

15-10-2018 - Pig Progress & ASF China: Commercial farm hit; virus reaches Tianjin [African Swine Fever (ASF) appears to have gotten out of control in China. The authorities have reported the first large commercial farm to have been hit, the Tianjin municipality is the 9th province to confirm an outbreak – and it looks like there is more going than is being confirmed through official channels]

15-10-2018 - Reuters & African swine fever hits China farm with 20,000 pigs as risks rise

9-10-2018 - Pig Progress & Brazil: CSF outbreak outside the disease-free zone [The Brazilian Ministry of Agriculture, Livestock and Supply (Mapa) has confirmed the outbreak of Classical Swine Fever (CSF) in the city of Forquilho, in the northern state of Ceará. It was the 1st confirmed outbreak in Brazil in almost a decade]

 

 

9-10-2018 - Pig Progress & ASF Belgium: Army blamed, plea for more fencing, 26 cases [Belgian media have identified a 3rd possible route as to how African Swine Fever might have entered the country: through a military camp site. In the meantime, the European Commission is an advocate of the ‘Czech method’ to combat ASF]

8-10-2018 - RTBF & Peste porcine: la localisation du foyer de l'infection se précise

8-10-2018 - Pig Progress & 10 Key questions about the risk of ASF

4-10-2018 - Pig World & ASF cases rising in Belgium and China [The number of confirmed cases of African swine fever (ASF) is rising in both Belgium and China]

4-10-2018 - The Brussels Times & Number of wild boars infected by African swine fever risen to 32 [The number of wild boar carcasses that have tested positive to African swine fever has risen to 32, according to Walloon Minister of Agriculture, René Collin]

4-10-2018 - Farmers Weekly & 28 wild boar infected with African swine fever in Belgium

2-10-2018 - Ministerie van Landbouw, Natur en Voedselkwaliteit (Holanda) & The African Swine Fever in Poland does not let go [Poland: The Chief Veterinary Officer (21/09) informed about two new ASF outbreaks. Both occurred in the south-east Poland (region of Lublin), in small backyard farms (one farm with one pig and second farm with four pigs). Both backyard farms were located in the area of risk (the area defined in part III of the Annex to the EC Decision 2014/709 / EU), where the outbreaks had already occurred earlier this year]

1-10-2018 - Pig Progress & African Swine Fever in Belgium? Don’t panic! [As Spain fought hard in the 1980s and 1990s to eradicate African Swine Fever, the country has always had a research focus on the virus. With ASF being top of mind once more, it is time to listen to the reaction of Spanish ASF expert Fernando Rodríguez]

Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) & Investing in biosecurity: a key step to curb the spread of animal diseases [Animal diseases, such as avian influenza or African swine fever, know no borders and can continually affect new areas. Reducing the risk is possible through the implementation of procedures designed to avoid the introduction and spread of pathogens in animal populations. Veterinary Services in collaboration with the numerous stakeholders working with animals have a key role in ensuring that appropriate biosecurity measures are in place. A recent survey conducted among OIE Members of the Europe Region shows the current challenges faced in this regard]

24-9-2018 - Pig Progress & ASF Belgium: Pigs in infected zone will be culled [The Belgian authorities aim to cull all domestic pigs within the zone in southern Belgium that has been identified as 'infected with African Swine Fever']

21-8-2018 - Pig Progress & ASF Belgium: 1 more carcass; 13 countries ban imports [One more infected wild boar carcass has been found in the forests of southern Belgium, bringing the total of ASF affected animals to 8, in 4 different locations around the same village. In the meantime, 13 non-EU countries have (partly) banned pig or pork imports from Belgium]

7-8-2018 - Global Meat News & China reports first case of ASF in pigs [As many as 8,000 pigs have reportedly been affected with African Swine Fever (ASF) in China's Liaoning region, according to the UK government] 

20-9-2018 - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) & Ministério amplia medidas para barrar eventual ingresso da peste suína africana

19-9-2018 - Correio dos Campos & Brasil reforça vigilância para barrar eventual ingresso da peste suína africana

19-9-2018 - Sentinel Source & Swine fever mystery threatens China's $128 billion pork industry [China’s most recent outbreaks, involving backyard pigs in Inner Mongolia, were reported Sept. 14. Now that African swine fever, or ASF, has taken hold, the virus could disseminate rapidly via the illegal sale of moribund pigs by farmers trying to minimize their losses, according to scientists at the Institute of Military Veterinary Medicine in Changchun. It’s common for pigs to travel long distances in China due to the disparity of pork prices in different provinces, the scientists at the National Research Center for Veterinary Medicine said. This could explain how it reached places like Lianyungang and Yueqing, more than 534 miles apart]

19-9-2018 - The Fence Post & African Swine Fever shifts global protein picture [The spread of African Swine Fever in China — and more recently to Belgium (close to France and Germany) — has substantially altered the outlook for the pork industry around the world. Prospects for improved export demand have grown following recent events, while the potential for the disease to spread globally has grown exponentially]

18-9-2018 - Pig Progress & Baltic states cull 35,000 pigs due to ASF [Whilst African Swine Fever (ASF) is spreading across China and penetrating Western Europe, the picture in Baltic States remains very complicated. Latvia and Lithuania had to cull in total almost 35,000 pigs]

17-9-2018 - Pig Progress & ASF in China and Belgium: What is the latest? [As Belgium is slowly coming to terms with the fact that African Swine Fever is present in the country, additional outbreaks are reported in wild boar. In the meantime, China has reported ASF outbreaks in a new province: Inner Mongolia]

Organización Mundial de Sanidad Animal (OIE) & Código Sanitario para los Animales Terrestres (2018)

Animal and Plant Health Agency (Applies to: England, Scotland, and Wales) & African swine fever: how to spot and report the disease [How to spot African swine fever, what to do if you suspect it and measures to prevent its spread/We’ve published some photos of clinical signs of disease of African swine fever on Flickr]

Animal and Plant Health Agency (Applies to: England, Scotland, and Wales) & Classical swine fever: how to spot and report the disease [How to spot classical swine fever, what to do if you suspect it, and measures to prevent its spread]

European Commission & African swine fever [What is African swine fever? - Current situation - Control measures - EFSA scientific advice - Blueprint and Roadmap (BRMP) - ASF Diagnostic Manual - Description of the diseas]

Conselho da Comissão Europeia & DIRECTIVA 2001/89/CE DO CONSELHO de 23 de Outubro de 2001 relativa a medidas comunitárias de luta contra a peste suína clássica

Conselho Comissão Europeia & DIRECTIVA 2002/60/CE DO CONSELHO de 27 de Junho de 2002 que estabelece disposições específicas em relação à luta contra a peste suína africana e que altera a Directiva 92/119/CEE no que respeita à doença de Teschen e à peste suína africana

Oficina Regional de la FAO para America Latina y el Caribe/Organización de las Naciones Unidas para la Agricultura y la Alimentación/Roma, 2003 & Reconociendo la peste porcina clásica/Manual Ilustrado

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) & Programa Nacional de Sanidade dos Suídeos (PNSS)/Situação Sanitária do Brasil

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) & Principais normas sanitárias vigentes

14-9-2018 - Politico & African swine fever: Everything you need to know [An incurable pig disease is threatening Europe’s heavyweight pork industry] 

14-9-2018 - Express & African swine fever reaches western Europe in blow to EU pork exports & [TWO cases of African swine fever have been identified in wild boars in Belgium – sparking fears of an ban on exports to non-EU countries which would come as a crippling blow to the pork industry]

14-9-2018 - Global Meat News & African Swine Fever confirmed in Belgium & Belgian authorities have confirmed African Swine Fever (ASF) in its pig popluation 

 

 

14-9-2018 - The Guardian & Europe's farmers on red alert as deadly African swine fever spreads to Belgium [Calls for a mass cull of wild boars to protect pork industry after disease is found in two animals in Gaume]

14-9-2018 - Pig Progress & Call for urgent action as ASF hits Europe’s heart [Countries in Western Europe have reacted with gravity and urgency to the discovery of African Swine Fever in 4 wild boars in southern Belgium. They all call for immediate action]

13-9-2018 - Agence fédérale pour la sécurité de la chaîne alimentaire (AFSCA) & Communiqué de presse commun de l’AFSCA et du Service Public Wallon (SPW) [Confirmation de 2 cas de sangliers porteurs du virus de la peste porcine africaine dans la commune d’Etalle (province du Luxembourg). La maladie n’a aucun impact sur l’homme. Des actions coordonnées entre les divers niveaux de pouvoir sont prises pour empêcher une éventuelle propagation du virus au niveau de la faune sauvage (Régions) et des élevages porcins (Fédéral). La Belgique reste indemne de la maladie au niveau des élevages porcins]

13-9-2018 - Pig Progress & Belgium confirms cases of ASF in wild boar & Belgium has confirmed the outbreak of 2 cases of African Swine Fever (ASF) in their wild boar population. It is the 1st known occurrence of the viral disease in Western Europe since the virus landed in Georgia and Armenia in 2007]

11-9-2018 - Pig Progress & How easily can the swine fevers enter the USA? [Could air passenger luggage be a threat with regard to the importing of Classical or African Swine Fever into the United States? US-based researchers made an estimate]

Pig Progress & African Swine Fever (ASF) in China [Outbreaks: 18 (OIE)]

10-9-2018 - Pig Progress & Japan finds 1st Classical Swine Fever (CSF) case in 26 years [For the 1st time in 26 years, an outbreak of Classical Swine Fever (CSF) has been found in Japan. The presence of the viral disease, also known as hog cholera, was confirmed by the Japanese ministry of agriculture]

9-9-2018 - Channel New Asia & Japan culls livestock after hog cholera outbreak

9-9-2018 - Reuters & Japan finds first swine fever case in 26 years, but not African fever

7-9-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: peste suína africana (PSA) fora de controle? [Com o aumento da velocidade da batalha global contra a PSA, setores da iniciativa privada vinculados aos negócios da agropecuária e os governos de passagem pelo poder não deveriam contar apenas com a sorte... & Opinion of Direx: African swine fever (PSA) out of control? & With the speeding up of the global battle against ASF, sectors of the private initiative linked to the agribusiness business and the governments of passage by the power shouldn't rely on luck...]

7-9-2018 - Global Meat News & Global battle against ASF steps up a gear [Epidemic may be too strong a word, but African Swine Fever (ASF) ins spreading across the wold and nobody's quite sure how stop it]

3-9-2018 - The Guardian & 'It's not if, it's when': he deadly pig disease spreading around the world [Swine fever has made its way into China, home to half the world’s pigs. Farmers in Estonia are already counting the cost]

 

 

27-8-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: os fiscais agropecuários do Estado do Paraná, tratados como "menos iguais", são desvalorizados e injustamente remunerados [Fundamental e estratégica para o contexto socioeconômico do Estado do Paraná, sua fiscalização agropecuária pública é subvalorizada e precisa se desenvolver]

13-8-2018 - Contraponto & MPF quer transparência nos atos ambientais

11-8-2018 - Livre.Jor & MPF cobra transparência de órgãos ambientais do Paraná [A procuradoria do Ministério Público Federal (MPF) no Paraná publicou recomendações cobrando transparência de dados públicos na ambientais pela internet ao Instituto Ambiental do Paraná (IAP), ao Instituto de Terras Cartografia e Geociência do Paraná (ITCG) e a Agência de Defesa Agropecuária (Adapar). Segundo os documentos, os órgãos têm até 120 dias para publicar uma série de documentos em seus portais, como Situação dos processos de regularização fundiária, Guia de Trânsito Animal (GTA), Licença Ambiental Única (LAU), Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), Autos de infração e Julgamentos de infrações]

19-7-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & O Brasil é considerado um país-chave no mercado mundial de carne  [Porém, o Brasil, ao invés de se preparar para se fixar cada vez mais e de se  manter com sucesso no mercado global de carne, optou por ser "colecionador" de suspensões, embargos e bloqueios]

19-7-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: a perda do significativo mercado de carne da Rússia [O Brasil respondia por 90% da carne suína importada pela Rússia! Hoje, corresponde a 0%! E os responsáveis?]

11-7-2018 - European Food Safety Authority (EFSA) & African swine fever: EFSA assesses measures to prevent spread [EFSA has identified strategies for managing wild boar at different stages of an epidemic of African swine fever (ASF): what should be done before, during and after. Wild boar are known to play an important role in the spread of the disease]

11-7-2018 - European Food Safety Authority/EFSA Channel & African Swine Fever: how to stay one step ahead [EFSA’s new practical guide on African swine fever: what it is and how to protect domestic pigs from infection. From causes and symptoms to precautionary measures, a list of best practices on how to protect farm animals and wild boar populations from ASF. - For more information consult the ASF topic page and story map on the EFSA website http://goo.gl/oU3EdD - For more on control measures visit the European Commission website, ASF section https://ec.europa.eu/food/animals/animal-diseases/control-measures/asf_en]

 

 

5-7-2018 - Global Meat News & Is ASF out of control in Ukraine? [African swine fever is taking a heavy toll on Ukraine's pork industry, as there are now no regions free of the disease in the country, state veterinary body Gosvetphitosluzba has claimed] 

12-4-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: Afisa-PR pedirá ao Ministério da Agricultura se é legal a "privatização" da emissão de GTAs no Paraná ["Termo de cooperação" "autoriza" sindicatos rurais patronais  a "emitir" e "fornecer" a Guia de Trânsito Animal (GTA), registro de vacinação, emissão de taxas e "outros documentos"]

21-2-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & MP-PR instaura inquérito civil para apurar suposto prejuízo ao erário [Os contêineres foram locados e destinados à "fiscalização" do trânsito de animais, vegetais e seus produtos derivados]

27-6-2017 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & MP-PR investiga a fiscalização do trânsito de animais, vegetais e seus produtos derivados ["A necessidade de investigar a ADAPAR"]

21-12-2016 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & FMD: One of the most strategic regions of the State of Parana is in trouble due to inadequate number of workers actins in agricultural checkpoints along the border (ACAB)

10-5-2016 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Afisa-PR contesta liberação da entrada de produtos de origem animal trazidos por turistas [O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) publicou instrução normativa que permite o ingresso, entre outros, de produtos lácteos industrializados (como queijos franceses e doce de leite argentino) e carnes e embutidos (como salames espanhóis e peixes defumados)]

31-5-2011 - Journal PLOS & The Persistence of African Swine Fever Virus in Field-Infected Ornithodoros erraticus during the ASF Endemic Period in Portugal

Diferenciações entre as enfermidades hemorrágicas dos suínos & PSC, PSA, pasteurelose, salmonelose e erisipela