Afisa-PR

A PSA continua implacável na Ásia e na Europa Oriental

Na Ásia até 200 milhões de suínos poderão ser abatidos na China; segundo as Nações Unidas, cerca de 1.170.000 suínos já foram abatidos nesse país em um esforço para deter a disseminação da mortal peste suína africana (PSA)

 

PSA 2019 OIE

Crédito imagem: OIE & WAHIS Interface (african swine fever), situação desde 1º de janeiro de 2019

 

Segundo a notícia African swine fever continues relentless spread through Asia and Europe (por Jessie Higgins) de 14 de agosto de 2019 da United Press International (UPI), a fiscalização agropecuária da Sérvia confirmou que a peste suína africana (PSA) infectou seus suínos, ocorrência que torna esse país o 18º a combater incurável doença.

A disseminação do vírus da PSA pelo mundo começou há um ano, quando foi inicialmente relatado na China. Desde então, ela se espalhou implacavelmente por esse país e além, para os países asiáticos vizinhos à China, antes de também se expandir à Europa Oriental.

Desde junho de 2018, de acordo com a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), o vírus foi encontrado em pelo menos 36 países distribuídos em três continentes (África, Europa e Ásia). A PSA foi erradicada ou controlada em metade dos países afetados, a maioria deles concentrados na África.

 

 

"Há muito [da PSA] vírus no mundo agora", disse Paul Sundberg, diretor do Swine Health Information Center [Centro de Informações sobre Saúde Suína], em Iowa. "Quanto mais [ele] se espalha, [mais] aumenta o risco de infecção", inclusive, nos EUA.

Como nos suínos não existem tratamentos ou vacinas contra a PSA restam as medidas de biossegurança e o abate sanitário dos animais infectados e saudáveis como os únicos métodos para tentar contê-la. E apesar de alguns países terem conseguido controlar o vírus da PSA, muitos não tiveram sucesso.

A China criava mais da metade dos suínos do mundo, porém, desde que a PSA foi relatada pela primeira vez em agosto de 2018, esse país perdeu ou abateu milhões de animais. Muitos analistas preveem que a China poderá perder entre 30 e 50% do seu rebanho de suínos, antes que a PSA seja contida.

No gigante asiático, até 200 milhões de suínos poderão ser abatidos e, segundo as Nações Unidas, cerca de 1.170.000 suínos já foram abatidos na China em um esforço para deter a disseminação do vírus da PSA. As perdas em outros países também estão aumentando: segundo as Nações Unidas, o Vietnã já abateu 3,7 milhões de suínos; na Mongólia mais de 10% da população total de suínos morreram ou tiveram que ser abatidos devido aos surtos de PSA. Os países asiáticos da Coreia do Norte, Laos, Camboja e Mianmar também estão relatando surtos de PSA.

Segundo a OIE, atualmente pelo menos 10 países europeus e a Rússia (neste país a PSA já é detectada a leste dos Urais), que abrange parte da Europa e da Ásia, estão combatendo a PSA.

 

PSA na Europa Oriental

Outro país da Europa Oriental, a Sérvia, relatou à OIE quatro surtos em pequenas criações de suínos próximas à capital do país, Belgrado. Sete animais estavam doentes; todos eles morreram, de acordo com um relatório da OIE. A fiscalização agropecuária sérvia respondeu imediatamente ao surto, na esterilização das fazendas de criação e no abate de 114 animais sadios que se encontravam perto o suficiente as áreas infectadas para contraírem a PSA.

O surto da Sérvia aconteceu logo após sua vizinha Bulgária também relatar a ocorrência da PSA. A fiscalização agropecuária búlgara declarou estado de emergência, depois de ter abatido cerca de 160 mil suínos (20% do rebanho).

Segundo a Euro News, a PSA na Bulgária continua a se disseminar. Alguns criadores desse país estão relutantes em sacrificar seus animais saudáveis o que dificulta o controle dessa doença. "Gostaria de me dirigir aos criadores que comercializam suínos em todo o país para que não os escondam dos veterinários", disse em entrevista coletiva Tsvetan Iliv, da Associação de Criadores de Porcos Industriais da Bulgária, que no início deste mês também pediu a decretação de estado de emergência em toda a Bulgária em decorrência da PSA. "[Dirigindo-se aos criadores de suínos] Você pode escondê-los dos funcionários da Food Safety Agency (BFSA) [Agência de Segurança Alimentar da Bulgária], mas você não pode escondê-los da PSA."

Logo após a Bulgária ter descoberto seus primeiros casos de PSA, a Eslováquia também relatou surtos desta doença em algumas pequenas criações e começou a sacrificar seus suínos.

Em outros lugares da Europa, segundo a OIE, países como a Bélgica, Hungria, Letônia, Moldávia, Polônia, Romênia e Ucrânia têm surtos ativos de PSA.

 

Situação em outros países ainda indenes à PSA

Segundo a notícia da UPI, enquanto a PSA se espalha na Europa e na Ásia, países não infectados em todo o mundo estão reforçando suas defesas, incluindo os Estados Unidos.

Em maio, o Department of Agriculture (USDA) [Departamento de Agricultura] dos EUA anunciou seus planos para o início de testes para o vírus da PSA entre os suínos criados nesse país. No início deste ano, o USDA aumentou seu plantel de cães, conhecida como "Beagle Brigade", que farejam produtos de origem animal escondidos nas bagagens em aeroportos e fronteiras internacionais.

 

 

A fiscalização agropecuária dos EUA colabora com às do Canadá e do México para que estes dois últimos países também implementem  salvaguardas similares; por outro lado, o USDA auxilia os criadores de suínos norte-americanos a aumentarem em suas fazendas medidas de biossegurança. "Nosso objetivo geral é manter essa doença mortal fora dos Estados Unidos", disse o USDA em uma informação oficial.

 

A fiscalização agropecuária da República Tcheca foi a única até agora a erradicar a PSA

Com base na notícia How ASF was eradicated in the Czech Republic (por Petra Charvátová, Richard Wallo, Tomáš Jarosil and Petr Šatrán, State Veterinary Administration da República Tcheca) do Pig Progress de 7 de junho de 2019, de todos os países europeus que detectaram surtos de peste suína africana (PSA) nos últimos anos, a fiscalização agropecuária da República Checa foi a única a erradicar o vírus novamente. Medidas rigorosas de controle, estrita biossegurança e uma abordagem coordenada tiveram um papel importante na erradicação bem-sucedida do vírus da PSA.

 

 

Segundo a notícia, "não foi possível confirmar a fonte da infecção, entretanto, de acordo com a genotipagem", se tratou da "mesma cepa circulante nos países da Europa Oriental desde 2007". Devido à distância do surto mais próximo, pode-se supor que a transmissão deu-se por atividades de humanos.  

Basicamente, a erradicação da PSA na República Tcheca foi bem sucedida devido a:

 

1. O nível de vigilância sanitária permitiu a detecção precoce do primeiro caso de PSA.

2. As medidas veterinárias oficiais impediram a propagação da PSA entre a população de javalis, por isso todos os casos positivos foram detectados em uma pequena área (apenas 89 km2) no Distrito de Zlín.

3. Uma redução significativa (quase total despovoamento) do número de suínos na área com casos positivos de PSA, media que levou a "uma parada" da circulação do vírus.

4. As medidas veterinárias oficiais que impediram a introdução do v-PSA nas explorações suinícolas.

 

PSA: Vietnã abaterá cerca de 4,7 milhões de suínos

Conforme a notícia Vietnam culls 4.7 million pigs as African swine fever spreads da Reuters de 6 de setembro de 2019, a fiscalização agropecuária do Vietnã abaterá cerca de 4,7 milhões de suínos para contar um surto de peste suína africana (PSA) que se espalhou para todas as 63 províncias desse país do Sudeste Asiático, disse uma fonte do governo.

A PSA detectada pela primeira vez em fevereiro tem sido difícil de se conter, porque não há vacina, disse Pham Van Dong, chefe do Departamento de Saúde Animal.

"Selecionamos cerca de 4,7 milhões de porcos e, como você pode ver, o Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural confirmou que o surto agora se espalhou por todas as 63 províncias e cidades", disse Dong à Reuters.

A carne de porco é responsável por três quartos do consumo total de proteína animal no Vietnã, um país de 96 milhões de pessoas onde predominantemente sua suinocultura atende o consumo interno.

 

 

PSA: 7.400 pedidos de indenização na Bulgária

Conforme a notícia African Swine Fever: 7400 farmers in Bulgaria apply for compensation do The Sofia Globe de 5 de setembro de 2019, 7.400 pedidos foram apresentados por suinocultores na Bulgária, que aguardam indenização dos suínos que foram abatidos por causa de surtos de peste suína africana (PSA), disse o ministro da Agricultura desse país, Desislava Taneva, em resposta às perguntas do parlamento búlgaro em 5 de setembro.

Até agora, mais de 2,2 milhões de leves (R$ 2,31, cotação de setembro) a foram pagos, disse Taneva, de acordo com um relatório da Rádio Nacional da Bulgária.

 

 

Doze distritos na Bulgária são afetados pela PSA, que viu muitos milhares de porcos em fazendas industriais serem abatidos, enquanto os proprietários de suínos de quintal receberam ordens para matá-los ou enfrentar sanções da fiscalização agropecuária búlgara, juntamente com a matança obrigatória dos animais.

 

China: preço recorde da carne suína no maior consumidor mundial devido à epidemia de PSA

De acordo com a notícia China will release frozen pork from reserves to increase market supplies do The Pig Site de 29 de agosto de 2019, o Ministério do Comércio da China informou (quinta-feira, 22) que no "devido tempo" liberará das reservas do Estado chinês carne suína congelada, carne bovina e carne a fim de aumentar a oferta de carne no mercado desse país.

O informe desse ministério chinês é feito quando o preço da carne suína atingiu um recorde durante a epidemia de PSA, informou a Reuters.

Segundo dados oficiais, o rebanho suíno da República Popular da China (RPC) encolheu quase um terço desde 2018, e os preços da carne suína explodiram desde junho passado.

A China costuma liberar parte de sua carne da reserva do Estado quando os preços estão altos ou durante períodos de alta demanda, como as semanas que se seguem ao feriado do Ano Novo Lunar, o maior festival desse país.

 

 

A China liberou 9.600 toneladas de carne suína de reserva em janeiro passado, de acordo com relatos da sua imprensa estatal. Mas, embora os volumes totais detidos em reserva pela China não sejam conhecidos, os analistas dizem que é improvável que sejam significativos o suficiente para exercer uma influência real sobre o nível de suprimento do mercado consumidor.

"O governo quer ajudar o mercado [consumidor], mas isso é mais um gesto político", disse Pan Chenjun, analista sênior do banco holandês Rabobank.

"[Agentes do governo chinês] Eles podem estar pedindo que outros jogadores os sigam", acrescentou Chenjun, referindo-se à frigoríficos ou instalações de armazenamento a frio com estoques de carne de suína congelada.

Os preços do varejo de carne de porco aumentaram 7,8% na semana anterior a 14 de agosto passado, atingindo 32,4 yuan (R$ 0,57, cotação de setembro) por quilograma, mostraram dados do Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais da RPC. Essa alta é quase 50% superior ao preço praticado na mesma época de 2018.

 

As três possíveis vias de introdução do vírus da PSA

Conforme a notícia How could African swine fever enter the US? (por Sarah Mikesell) do The Pig Site de 30 de agosto de 2019, em resposta à pergunta "Como a peste suína africana [PSA] poderia entrar nos EUA?", existem três possíveis caminhos de introdução dessa mortal doença (obviamente essas vias também são válidas para o Brasil) que deixam preocupada a indústria suína dos EUA.

"Definitivamente, há preocupação", disse Patrick Webb, diretor de programas de saúde suína do National Pork Board. [Nos EUA] "A peste suína africana se enquadra na categoria de uma doença animal estrangeira, como febre aftosa ou peste suína clássica."

 

 

O vírus da PSA representa um risco de introdução com três rotas ou caminhos possíveis:

 

1º) Alguém poderia deliberadamente introduzir o vírus da PSA1;

2º) O vírus de mortal doença poderia ingressar através de passageiros provenientes de países infectados que transportam não deliberadamente carne suína e/ou produtos derivados positivos para a PSA1 e

3º) Uma rota mais recente para o ingresso do vírus da PSA, que ainda é pesquisada, que são os ingredientes da ração animal.

 

Com relação ao terceiro caminho, Webb afirma que os EUA recebem "muitos ingredientes de ração animal da China, e houve um trabalho preliminar realizado por Scott Dee que analisou, em condições experimentais, a capacidade real desses ingredientes de conter certos vírus e mantê-los vivos, durante o processo de transporte da China para os EUA" e que "Nessa situação, experimentalmente, o vírus da PSA foi testado e houve certos produtos, um deles o farelo de soja orgânico, que poderia manter vivo o vírus, portanto, é obviamente um caminho preocupante. Agora, precisamos realmente investigar isso para avaliar o risco e, então, como mitigar esse risco".

 

Confirmado! PSA nas Filipinas

As Filipinas confirmaram que o motivo das mortes de suínos de várias fazendas nos arredores da capital Manila é a peste suína africana (PSA).

Conforme a reportagem UPDATED: ASF in Philippines, outbreaks confirmed near Manila (por Vincent ter Beek) do Pig Progress de 9 de setembro de 2019, a agência de notícias britânica Reuters informou que o aparecimento da PSA nas Filipinas foi confirmado pelos resultados dos exames dos testes laboratoriais solicitados pelo seu Departamento de Agricultura. Esses exames foram solicitados em virtude de um número incomum de suínos mortos em criações de quintal na Província de Rizal, perto de Manila.

William Dollente Dar do Departamento de Agricultura das Filipinas disse em um briefing que as amostras foram enviadas ao Reino Unido para testes de PCR: "Das 20 amostras de sangue, 14 são positivas para a peste suína africana".  Dar disse que são necessários mais testes para se determinar quão virulenta é a cepa encontrada a população local de suínos.

A maioria dos suínos infectados era das províncias Rizal e Bulacan. Até agora, nenhuma informação oficial2 detalhada sobre os surtos foi submetida à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

 

 

Dar disse que um plantel de 7.416 suínos "foram abatidos nas áreas afetadas, alguns deles enterrados vivos". Isso aconteceu em um raio de 1 km ao redor das áreas afetadas. Os agricultores filipinos receberam 3.000 pesos (52 euros) como indenização para "se recuperarem" da perda de seus animais.

Um relatório da OIE relatou que 7.952 suínos se encontravam em risco e eram criados principalmente em fazendas de quintas na Província de Rizal. Desses, 536 morreram, levando ao abate de 7.416 animais restantes. Segundo a notícia do Pig Progress, "é notável"  que os primeiros problemas nas criações de suínos tenham sido notificados em  25 de julho. O governo filipino também disse sobre a suspeita de PSA na Província de Bulacán (cidade de Guiguinto), porém, esses possíveis surtos ainda não foram divulgados através da OIE.

O Departamento de Agricultura acrescentou  ao Philippine Star  "que o vírus da PSA foi contido". [A conferir pela evolução dos surtos subsequentes nas Filipinas dessa mortal doença (ndAfisa-PR)]

Os responsáveis pelo governo das Filipinas afirmaram que suspeitam que o vírus da PSA foi introduzido nesse país através de restos de comida ou do lixo proveniente de  hotéis e de restaurantes que oferecem aos seus clientes alimentos importados derivados da carne suína.

Dentro das Filipinas, seu Departamento de Agricultura "reforçou as medidas de quarentena e segurança alimentar dos animais, proibindo o transporte de animais vivos e produtos à base de carne  suína sem autorização de transporte".

As Filipinas são o 9º país na Ásia a ser atacado pela  PSA já presente em outros países desse Continente como  [sua parte asiática] Rússia, China, Coréia do Norte, Mongólia, Vietnã, Camboja, Laos e Mianmar. 

Segundo a notícia do Pig Progress, "em uma escala global, a descoberta da PSA nas Filipinas é um grande golpe", pois não obstante o oceano (tido como uma barreira natural de biossegurança) seu vírus foi capaz de atravessá-lo.

Em 2017, de acordo com dados da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO),  a população suína das Filipinas é de 12,4 milhões de animais. Estima-se que aproximadamente 8 milhões de suínos sejam criados em  quintais e 4,7 milhões em fazendas industriais.

________

No Brasil, vige a Instrução Normativa nº 11, de 10 de maio de 2016, do Ministério da Agricultura — ato que foi contestado pela Afisa-PR —, que autoriza "o ingresso no território nacional, dos produtos de origem animal destinados ao uso e ao consumo humano ou animal, classificados como não presumíveis veiculadores de doenças contagiosas". Ora, classificados como "não presumíveis"?

2 Vide Notificação Imediata à OIE de 9 de setembro de 2019.

 

 

Modificado em 11-9-2019 em 23:37

 

Notícias relacionadas:

11-9-2019 & The Pig Site & One year on from the first ASF outbreak, where is China's pork industry heading? [On 3 August 2018, the first case of African swine fever (ASF) was detected in Liaoning Province of north-eastern China. Over the past year, it has spread rapidly nationwide and up to the end of August 2019 a total of 156 separate outbreaks have been confirmed, covering 107 cities across 31 provinces. In other words, all provinces in mainland China, together with Hong Kong, have now reported instances of the virus]

9-9-2019 - Pig Progress & UPDATED: ASF in Philippines, outbreaks confirmed near Manila [The Philippines has confirmed that the dead pigs found in several farms near Manila indeed tested positive for African Swine Fever (ASF)]

6-9-2019 - Reuters & Vietnam culls 4.7 million pigs as African swine fever spreads

5-9-2019 - The Sofia Globe & African Swine Fever: 7400 farmers in Bulgaria apply for compensation

30-8-2019 - THe Pig Site & How could African swine fever enter the US? [Three possible pathways of entry have industry leaders concerned about African swine fever (ASF) entering the US] 

29-8-2019 - The Pig Site & China will release frozen pork from reserves to increase market supplies [China's commerce ministry said on Thursday it will release frozen pork, beef and mutton from state reserves in "due course" to increase the supply of meat in the market]

10-8-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) &  A PSA ameaça toda a indústria de suínos da Europa Oriental [A peste suína africana (PSA) não é uma "doença política"]

 

 

5-8-2019 - Pig Progress & ASF China: An underestimated crisis [As many as half of China’s breeding pigs have either died from African Swine Fever (ASF) or been slaughtered because of the spreading disease, Reuters reports, adding that according to insiders, this is twice as many as officially acknowledged]

2-8-2019 - The Star & Protecting Malaysia against African swine fever [It is just a hop and a skip across the border from Vietnam, Cambodia and Laos for this viral disease that kills pigs to enter our country and potentially destroy our local pork industry]

31-7-2019 - The Pig Site & Fifth pig herd in Bulgaria is hit by African swine fever [Bulgarian authorities announced today (31 July) that they would cull 17,000 pigs after detecting an outbreak of African swine fever at a breeding farm in the north of the country]

30-7-2019 - The Pig Site & Vietnamese student arrested for smuggling 10kg of ASF-infected pork into Japan [The exchange student was caught illegally carrying 10kg of fermented pork rolls which was confirmed to be infected with the African swine fever (ASF) virus]

30-7-2019 - World Organisation for Animal Health (OIE) & Boosting biosecurity and border measures to control African swine fever in Asia [Asia is facing a devastating and challenging situation after the emergence of African swine fever (ASF) in the region in 2018. Unless measures tailored to the region are implemented, the disease will continue to spread, threatening the livelihood and food security of millions of people. Given the situation, the World Organisation for Animal Health (OIE) and the Food and Agriculture Organization of the United Nations (FAO) convened the 2nd meeting of the GFTADs Standing Group of Experts on the disease for Asia in Tokyo, Japan on 30-31 July 2019. The meeting aims to develop recommendations on biosecurity and border controls that can help curb the spread of ASF and its devastating consequences]

29-7-2019 - Reuters & China's pig herd may shrink by 50% due to African swine fever: Rabobank

24-7-2019 - The Pig Site & Why African swine fever might create a boom in poultry production [This year might well go down as a landmark year in the global poultry and pig industries, for all the wrong reasons]

23-7-2019 - The Pig Site & Pork prices skyrocket and culls begin as ASF hits 17,000 head herd in Bulgaria [On Saturday (20 July) Bulgaria confirmed an outbreak of African swine fever at a breeding farm which housed 17,000 pigs]

20-7-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)  & Reino Unido: um 'simples' surto de PSA poderá custar £ 85 milhões [No Reino Unido, sua fiscalização agropecuária e suas entidades classistas de suinocultores não querem ser mais realistas que o rei]

 

 

17-7-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & PSA na Letônia, Vietnã, Laos, Romênia, Camboja, Hungria, Ucrânia, China, Rússia, Bélgica, Polônia, África do Sul... [A peste suína africana (PSA) é uma questão de "sorte" e de tempo?]

 

 

12-7-2019 - The Pig Site & African swine fever one step closer to UK herd [Reports have been confirmed that illegal meat imports seized by authorities in Northern Ireland were contaminated with the African swine fever virus]

 

 

11-7-2019 - Gazeta do Povo & Peste suína na China impulsiona exportação de frango brasileiro 

 

 

5-7-2019 - The Pig Site & ASF confirmed in Bulgaria [According to Reuters, two cases of ASF have been identified in Bulgaria. The disease was identified in backyard pigs from Zhernov, a village in the northern part of the country. In response, the National Food Safety Agency will cull the pigs in Zhernov and establish a 3km quarantine zone around the village. Read more about this story here]

1-7-2019 - Reuters & Mortes de animais com gripe suína na China podem ser o dobro do número oficial [Até metade dos suínos reprodutores da China morreu de peste suína africana ou foi sacrificada devido à disseminação da doença, o dobro do que mostram os números oficiais, de acordo com estimativas de quatro fontes que abastecem grandes produtores]

30-6-2019 - Gazeta do Paraná & Chuva nos EUA e "medo de porco" na China dão impulso extra à economia do Paraná [(...) As exportações de carne de frango, por exemplo, aumentaram 12% de janeiro a maio no período, compensando parte das perdas de 29% da soja. O principal destino foi a China, que enfrenta uma grave crise de peste suína africana – com o receio do consumo de carne de porco contaminada, o país passou a demandar mais carne de frango (...)]

 

 

7-6-2019 - Pig Progress & How ASF was eradicated in the Czech Republic [Of all the European countries that detected outbreaks of African Swine Fever in recent years, the Czech Republic has been the only one to actually eradicate the virus again. Strict control measures, strict biosecurity and a coordinated approach played a part in the successful eradication of the virus. Here is how that went]

5-6-2019 - Pig Progess & ASF Poland: Virus hits farm of 8,000 pigs [The African Swine Fever (ASF) epidemic in Poland is far from over. This week, a commercial production facility having 8,012 pigs had to be depopulated due to the virus – most likely the largest farm so far to be hit by AS]

 

 

2-6-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Fiscalização agropecuária pública é fundamental e estratégica [E caso a peste suína africana (PSA) apareça por aqui? É preciso política pública de Estado (e não de governadores/comissionados de confiança que transitam governos) permanente e de longo prazo em favor da fiscalização agropecuária pública; é preciso o fim da desvalorização profissional e da sub remuneração na base da carreira própria em prejuízo do fiscal agropecuário do Paraná!]

 

 

1-6-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & China: como a PSA afeta o comércio global de proteína animal [Este ano, em decorrência da peste suína africana (PSA), a China tem menos 133.862 milhões de suínos]

30-5-2019 - PIG World & OIE says China faces long struggle to tackle African Swine Fever [The World Organisation for Animal Health (OIE) said it will take years for China to contain the deadly African swine fever virus that has spread throughout the country] 

28-5-2019 - Reuters & China faces long struggle to tackle African swine fever: OIE [It will take years for China to contain the deadly African swine fever virus that has spread throughout the country, which is the world’s biggest pork producer, the World Organization for Animal Health (OIE) said on Tuesday]

 

 

4-5-2019 - RT & Cómo la peste porcina de China pone en vilo los mercados globales [Las pérdidas del mayor productor y tercer mayor consumidor per cápita de carne de cerdo moverán los mercados y hasta influenciarán la geopolítica, sostiene un analista]

16-3-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Identificação do v-PSA: teste portátil foi testado com sucesso [Em 2007, a ARS/USDA solicitou que esse tipo de teste fosse empregado na Geórgia na detecção do v-PSA, embora nunca tivesse sido testado fora do laboratório; foi um sucesso, fornecendo resultados após 60 a 90 minutos das raspagens, em comparação com as várias horas demandadas nos ensaios convencionais de PCR - ASF-v ID: Portable test has been successfully tested & In 2007, the ARS/USDA requested that this type of test be employed in Georgia in detecting ASF-V-PSA, although it had never been tested outside the laboratory; was a success, providing results after 60 to 90 minutes of the raspagens, compared to the several hours demanded in conventional PCR assays]

 

 

23-2-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & PSA se espalha pela Ásia [Relatados os primeiros surtos de peste suína africana (PSA) no Vietnã & ASF spreads across Asia & Reported the first outbreaks of African swine fever (ASF) in Vietnam]

19-1-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & O que torna tão difícil erradicar a PSA? [Torna-se crucial incluir a ciência social ao planejar medidas de prevenção, controle ou erradicação da peste suína africana (PSA).  Considerando-se apenas suas particularidades biológicas, contagiosidade, tenacidade e taxa de letalidade, mas ignorando os aspectos humanos, sua atual epidemia de PSA não será controlada & What makes ASF so difficult to eradicate? & It´s crucial to include social science when planning measures to prevent, control or eradicate African Swine fever (ASF). Considering just their biological particularities, contagiosity, tenacity and lethality rate, but ignoring human aspects, their current ASF epidemic will not be controlled]

 

 

17-11-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & China: receia-se que o surto de PSA se transforme em epidemia [Carece de investimento o controle da epizoótica peste suína africana (PSA): "A trágica ironia da alocação de investimento para o controle de doenças zoonóticas é que a PSA, eventualmente, poderá causar tanto impacto sobre uma fonte de proteína vital na cadeia alimentar para bilhões de pessoas quanto poderia causar uma epidemia humana"]

7-9-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: peste suína africana (PSA) fora de controle? [Com o aumento da velocidade da batalha global contra a PSA, setores da iniciativa privada vinculados aos negócios da agropecuária e os governos de passagem pelo poder não deveriam contar apenas com a sorte... & Opinion of Direx: African swine fever (PSA) out of control? & With the speeding up of the global battle against ASF, sectors of the private initiative linked to the agribusiness business and the governments of passage by the power shouldn't rely on luck...]