Afisa-PR

China: como a PSA afeta o comércio global de proteína animal

Este ano, em decorrência da peste suína africana (PSA), a China tem menos 133.862 milhões de suínos

 

China PSA

Crédito imagem: Aly Song & Reuters

 

Com base na noticia Cómo la peste porcina de China pone en vilo los mercados globales do RT de 4 de maio de 2019, as perdas do maior produtor e do terceiro maior consumidor per capita de carne suína movimentarão os mercados e até influenciarão a geopolítica, segundo um analista.

Em agosto do ano passado, um surto de peste suína africana (PSA) ocorreu no leste da China, a primeira aparição do vírus neste país. Apesar das medidas tomadas para controlar a epidemia, a contagiosa doença viral se espalhou e oito meses depois chegou a um nível nacional e cruzou as fronteiras para a Mongólia, Vietnã e Camboja, agitando os mercados em todo o mundo.

Em seu relatório de abril, o Departamento de Agricultura dos EUA alertou para uma redução de 4% na produção mundial de carne suína devido ao vírus da PSA, e estimou que a China, o maior produtor e terceiro maior consumidor per capita, perderia cerca de 78 milhões de suínos até o final do ano, o que equivale a 18% do total de 428 milhões disponíveis no último mês de janeiro.

 

 

Aumento de preço — Em comparação com a produção do ano passado, este ano a China tem 133.862 milhões de suínos a menos. As perdas do país asiático excedem o número total de suínos presentes nas fazendas dos EUA, que totalizaram 74,3 milhões. Arlan Suderman, economista-chefe da INTL FCStone, chamou a situação de "sem precedentes" e disse à Bloomberg que "isso terá um impacto nos preços dos alimentos em todo o mundo".

O analista Angus Gidley-Baird, do banco holandês Rabobank, em Sydney, disse à imprensa que a situação na China "movimentará os mercados e provavelmente influenciará as situações geopolíticas". "É a coisa mais séria que afeta o mercado de proteína animal este ano, e provavelmente terá um efeito duradouro por alguns anos", disse ele.

Reconfiguração nos mercados — Com o aumento da demanda na China, as importações de carne suína do país asiático devem crescer 41%, devido à redução de 10% na produção própria devido à PSA. Embora os mercados globais não sejam capazes de fornecer à China a quantia necessária para equilibrar esse declínio, os que mais se beneficiarão com a situação são seus principais fornecedores: a União Europeia, o Canadá e o Brasil.

Em 2018, a UE forneceu 63% das importações de carne suína da China; Brasil, 13% e Canadá, 14%. A expectativa é que neste ano a região asiática aumente a competição por suínos oriundos da Europa, já que a China terá que enfrentar nesta área seus vizinhos, como Japão e Coreia do Sul.

 

A fiscalização agropecuária da República Tcheca foi a única até agora a erradicar a PSA

Com base na notícia How ASF was eradicated in the Czech Republic (por Petra Charvátová, Richard Wallo, Tomáš Jarosil and Petr Šatrán, State Veterinary Administration da República Tcheca) do Pig Progress de 7 de junho de 2019, de todos os países europeus que detectaram surtos de peste suína africana (PSA) nos últimos anos, a fiscalização agropecuária da República Checa foi a única a erradicar o vírus novamente. Medidas rigorosas de controle, estrita biossegurança e uma abordagem coordenada tiveram um papel importante na erradicação bem-sucedida do vírus da PSA.

 

 

Segundo a notícia, "não foi possível confirmar a fonte da infecção, entretanto, de acordo com a genotipagem", se tratou da "mesma cepa circulante nos países da Europa Oriental desde 2007". Devido à distância do surto mais próximo, pode-se supor que a transmissão deu-se por atividades de humanos.  

Basicamente, a erradicação da PSA na República Tcheca foi bem sucedida devido a:

 

1. O nível de vigilância sanitária permitiu a detecção precoce do primeiro caso de PSA.

2. As medidas veterinárias oficiais impediram a propagação da PSA entre a população de javalis, por isso todos os casos positivos foram detectados em uma pequena área (apenas 89 km2) no Distrito de Zlín.

3. Uma redução significativa (quase total despovoamento) do número de suínos na área com casos positivos de PSA, media que levou a "uma parada" da circulação do vírus.

4. As medidas veterinárias oficiais que impediram a introdução do v-PSA nas explorações suinícolas.

 

Modificado em 8-6-2019 em 19:27

 

Notícias relacionadas:

7-6-2019 - Pig Progress & How ASF was eradicated in the Czech Republic [Of all the European countries that detected outbreaks of African Swine Fever in recent years, the Czech Republic has been the only one to actually eradicate the virus again. Strict control measures, strict biosecurity and a coordinated approach played a part in the successful eradication of the virus. Here is how that went]

5-6-2019 - Pig Progess & ASF Poland: Virus hits farm of 8,000 pigs [The African Swine Fever (ASF) epidemic in Poland is far from over. This week, a commercial production facility having 8,012 pigs had to be depopulated due to the virus – most likely the largest farm so far to be hit by AS]

 

 

2-6-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Fiscalização agropecuária pública é fundamental e estratégica [E caso a peste suína africana (PSA) apareça por aqui? É preciso política pública de Estado (e não de governadores/comissionados de confiança que transitam governos) permanente e de longo prazo em favor da fiscalização agropecuária pública; é preciso o fim da desvalorização profissional e da sub remuneração na base da carreira própria em prejuízo do fiscal agropecuário do Paraná!]

 

 

30-5-2019 - PIG World & OIE says China faces long struggle to tackle African Swine Fever [The World Organisation for Animal Health (OIE) said it will take years for China to contain the deadly African swine fever virus that has spread throughout the country] 

28-5-2019 - Reuters & China faces long struggle to tackle African swine fever: OIE [It will take years for China to contain the deadly African swine fever virus that has spread throughout the country, which is the world’s biggest pork producer, the World Organization for Animal Health (OIE) said on Tuesday]

 

 

4-5-2019 - RT & Cómo la peste porcina de China pone en vilo los mercados globales [Las pérdidas del mayor productor y tercer mayor consumidor per cápita de carne de cerdo moverán los mercados y hasta influenciarán la geopolítica, sostiene un analista]

16-3-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Identificação do v-PSA: teste portátil foi testado com sucesso [Em 2007, a ARS/USDA solicitou que esse tipo de teste fosse empregado na Geórgia na detecção do v-PSA, embora nunca tivesse sido testado fora do laboratório; foi um sucesso, fornecendo resultados após 60 a 90 minutos das raspagens, em comparação com as várias horas demandadas nos ensaios convencionais de PCR - ASF-v ID: Portable test has been successfully tested & In 2007, the ARS/USDA requested that this type of test be employed in Georgia in detecting ASF-V-PSA, although it had never been tested outside the laboratory; was a success, providing results after 60 to 90 minutes of the raspagens, compared to the several hours demanded in conventional PCR assays]

 

 

23-2-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & PSA se espalha pela Ásia [Relatados os primeiros surtos de peste suína africana (PSA) no Vietnã & ASF spreads across Asia & Reported the first outbreaks of African swine fever (ASF) in Vietnam]

19-1-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & O que torna tão difícil erradicar a PSA? [Torna-se crucial incluir a ciência social ao planejar medidas de prevenção, controle ou erradicação da peste suína africana (PSA).  Considerando-se apenas suas particularidades biológicas, contagiosidade, tenacidade e taxa de letalidade, mas ignorando os aspectos humanos, sua atual epidemia de PSA não será controlada & What makes ASF so difficult to eradicate? & It´s crucial to include social science when planning measures to prevent, control or eradicate African Swine fever (ASF). Considering just their biological particularities, contagiosity, tenacity and lethality rate, but ignoring human aspects, their current ASF epidemic will not be controlled]

 

 

17-11-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & China: receia-se que o surto de PSA se transforme em epidemia [Carece de investimento o controle da epizoótica peste suína africana (PSA): "A trágica ironia da alocação de investimento para o controle de doenças zoonóticas é que a PSA, eventualmente, poderá causar tanto impacto sobre uma fonte de proteína vital na cadeia alimentar para bilhões de pessoas quanto poderia causar uma epidemia humana"]

7-9-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: peste suína africana (PSA) fora de controle? [Com o aumento da velocidade da batalha global contra a PSA, setores da iniciativa privada vinculados aos negócios da agropecuária e os governos de passagem pelo poder não deveriam contar apenas com a sorte... & Opinion of Direx: African swine fever (PSA) out of control? & With the speeding up of the global battle against ASF, sectors of the private initiative linked to the agribusiness business and the governments of passage by the power shouldn't rely on luck...]