Brasil: agrotóxicos à base de glifosato deixaram de ser extremamente tóxicos 

Afisa-PR

Brasil: agrotóxicos à base de glifosato deixaram de ser extremamente tóxicos

Agrotóxicos à base de glifosato: nos EUA, segundo a atualização mais recente dos Monsanto Papers da U. S. Rignt to Know (USRTK), aproximadamente 42.700 pessoas ingressaram ações judiciais; a alegação dos queixosos é que a exposição à formulação comercial do agrotóxico Roundup fez com que eles ou seus entes queridos desenvolvessem linfoma não-Hodgkin

  

Com base na mais recente atualização (30 de outubro de 2019) dos Monsanto Papers [Roundup (Glyphosate) Cancer Cases: Key Documents & Analysis] da U. S. Rignt to Know (USRTK), aproximadamente 42.700 queixosos ingressaram com ações nos EUA contra a Monsanto. 

 

 

Vírus da PSA pode sobreviver viável após viagem transoceânica de 30 dias 

Afisa-PR

Vírus da PSA pode sobreviver viável após viagem transoceânica de 30 dias 

Um estudo científico conduzido por pesquisadores veterinários norte-americanos investigou o possível risco de o vírus da peste suína africana (PSA) se disseminar através da importação de ingredientes vegetais utilizados na fabricação de ração para suínos 

 

O recente estudo científico Half-Life of African Swine Fever Virus in Shipped Feed, conduzido por pesquisadores veterinários norte-americanos e publicado na revista Emerging Infectious Diseases, revela que o vírus da peste suína africana (PSA) pode sobreviver viável após viagem transoceânica de 30 dias.  

 

 

Attachments:
Download this file (s41598-019-50403-w.pdf)s41598-019-50403-w.pdf[ ]1630 kB

PSA na China impacta a exportação de soja brasileira 

Afisa-PR

PSA na China impacta a exportação de soja brasileira 

Não se deve subestimar a fiscalização agropecuária pública: a epidemia de peste suína africana (PSA) na China transcende a saúde animal e impacta a exportação de soja brasileira

  

trader estatal chinesa de commodities agrícolas China National Cereals, Oils and Foodstuffs Corporation (COFCO) espera "uma queda acentuada na quantidade de soja que exportará do Brasil [com destino à China] este ano" devido à epidemia de peste suína africana (PSA) na China, epizootia que reduziu a demanda por ração para suínos, segundo a notícia China's COFCO says soy exports from Brazil to slump on African swine fever crisis; corn to jump (por Roberto Samora e Marcelo Teixeira) da Reuters de 24 de setembro de 2019, dá conta que

 

 

Agrotóxicos: estudo escocês revela a escala de suicídios por envenenamentos auto-infligidos intencionalmente

Afisa-PR

Agrotóxicos: estudo escocês revela a escala de suicídios por envenenamentos auto-infligidos intencionalmente

Desde 1960, cerca de 15 milhões de pessoas em todo o mundo se suicidaram por envenenamentos auto-inflingidos intencionalmente por agrotóxicos, alerta o estudo escocês How many premature deaths from pesticide suicide have occurred since the agricultural Green Revolution? 

 

O estudo How many premature deaths from pesticide suicide have occurred since the agricultural Green Revolution? do Journal Clinical Toxicology, de 9 de setembro de 2019, realizado por pesquisadores da Universidade de Edimburgo, desde 1960 cerca de 15 milhões de pessoas em todo se suicidaram  por envenenamentos auto-infligidos intencionalmente por agrotóxicos.

 

 

Attachments:
Download this file (How many premature deaths from pesticide suicide have occurred since the agricultural Green Revolution.pdf)How many premature deaths from pesticide suicide have occurred since...[Ayanthi Karunarathne, David Gunnell, Flemming Konradsen & Michael Eddleston]1072 kB

Reino Unido: proibição do trânsito de animais pode ser economicamente prejudicial 

Afisa-PR

Reino Unido: proibição do trânsito de animais pode ser economicamente prejudicial

Um estudo realizado por pesquisadores das universidades de Warwick e Bristol e do Colégio Imperial de Londres concluiu que a proibição do trânsito de animais em ampla escala, como forma de controle de surtos de doenças, pode se mostrar economicamente prejudicial 

 

A proibição do trãnito de animais em ampla escala, como forma de controle de surtos de doenças, pode se mostrar economicamente prejudicial. Esta é a conclusão do estudo The role of movement restrictions in limiting the economic impact of livestock infections publicado na Nature Sustainability, que se concentrou nos problemas da febre aftosa, da tuberculose bovina e do vírus da febre catarral ovina (língua azul).