Fiscalização do trânsito agropecuário: Afisa-PR contesta declarações do secretário da Agricultura do Paraná

Afisa-PR

Fiscalização do trânsito agropecuário: Afisa-PR contesta declarações do secretário da Agricultura do Paraná

Declarações do secretário da agricultura do Paraná dão a entender que a obrigatória fiscalização e vigilância do trânsito interestadual de animais, vegetais e seus produtos derivados é uma atividade qualquer, sem importância, e sua deficiência é simplesmente resolvida com a construção de "casinhas na beira de rios"

 

A Afisa-PR - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná não condorda com as declarações do secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento do Paraná e presidente do Conselho de Administração da autarquia de defesa agropecuária do Paraná. Suas declarações dão a entender que a obrigatória fiscalização e vigilância do trânsito interestadual de animais, vegetais e seus produtos derivados é uma atividade qualquer, sem importância, e sua deficiência é "resolvida" com a construção de "casinhas na beira no [Rio] Paranapanema e do Rio Paraná para o controle de trânsito de produtos e (sic) botar alguns profissionais já concursados para melhorar nossa capacidade de ação".

Attachments:
Download this file (Ajuste fiscal cavalar.pdf)BOLETIM INFORMATIVO da FAEP - Federação da Agricultura do Estado do Paraná, ano [16/03/2015 a 22/03/2015, na reportagem intitulada [Posse na FAEP] "Ortigara: 'Ajuste fiscal cavalar'", p. 10.]530 kB
Download this file (Posse na FAEP.pdf)Posse na FAEP.pdf[ ]1531 kB

Febre aftosa: Afisa-PR discorda de índice de vacinação apresentado pelo governo estadual

Afisa-PR

Febre aftosa: Afisa-PR discorda de índice de vacinação apresentado pelo governo estadual

A Afisa-PR também discorda da alegação de que ainda é necessário fazer "alguns ajustes técnicos" como "reforçar a fiscalização de entrada e saída de animais nas divisas do Estado", visto que nos últimos anos o governo desativou vários postos fixos de fiscalização do trânsito animal, vegetal e seus produtos derivados ao longo das regiões fronteiriças do Paraná

  

A Afisa-PR - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná discorda do índice de vacinação contra a febre aftosa da autarquia de defesa agropecuária do Paraná divulgado na notícia PR vacina 96,95% do rebanho na campanha contra aftosa da Folha de Londrina de 24 de março de 2015.

A Afisa-PR também discorda da alegação de que ainda é necessário fazer "alguns ajustes técnicos" como "reforçar a fiscalização de entrada e saída de animais nas divisas do Estado", visto que nos últimos anos o governo desativou vários postos  fixos de fiscalização do trânsito animal, vegetal e seus produtos derivados ao longo das regiões fronteiriças do Paraná.

Governo desmantelou o sistema de postos fixos de fiscalização e vigilância do trânsito agropecuário

Afisa-PR

Governo desmantelou o sistema de postos fixos de fiscalização e vigilância do trânsito agropecuário

O governo Richa desativou vários postos fixos de fiscalização e vigilância do trânsito agropecuário nas fronteiras interestaduais do Paraná com São Paulo, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul

 

A Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) aputou que o governo Richa não cumpre adequadamente suas obrigações em prejuízo da fiscalização do trânsito agropecuário nas fronteiras interestaduais do estado com São Paulo, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

A fiscalização do trânsito agropecuário é uma obrigação do estado prevista no Decreto nº 5.741/2006 (Anexo Regulamento dos arts. 27-A, 28-A e 29-A da Lei no 8.171/1991) que organiza o  Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (SUASA), Seção VII, Da Vigilância do Trânsito Agropecuário Interestadual, art. 48,  § 1º.

FMD: One of the most strategic regions of the State of Parana is in trouble due to inadequate number of workers actins in agricultural checkpoints along the border (ACAB)

Afisa-PR

FMD: One of the most strategic regions of the State of Parana is in trouble due to inadequate number of workers actins in agricultural checkpoints along the border (ACAB)

Uma das regiões fronteiriças mais estratégicas ao estado conta com postos de fiscalização do trânsito de animais e seus produtos derivados com limitações de funcionamento, devido à infraestrutura deficitária e contingente inadequado de servidores para atuarem nessa atividade

 

Uma das regiões fronteiriças mais estratégicas ao estado conta com postos de fiscalização do trânsito de animais e seus produtos derivados com limitações de funcionamento, devido à infraestrutura deficitária e contingente inadequado de servidores para atuarem nessa atividade. Essa região fronteiriça (Noroeste do Estado do Paraná) com o Estado do Mato Grosso do Sul (que tem extensa divisa seca com o Paraguai) e com o Estado de São Paulo, é importantíssima para o controle sanitário estadual, visto que nessa região ocorre intenso trânsito de veículos transportadores de animais de interesse sanitário com destino ao território paranaense.

Afisa-PR reivindica que defesa agropecuária do Paraná deixe de fiscalizar o uso do solo

Afisa-PR

Afisa-PR reivindica que defesa agropecuária do Paraná deixe de fiscalizar o uso do solo

É flagrante a falta de competência jurídico-administrativa por parte da fiscalização agropecuária pública

  

A Afisa-PR - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná questiona, nos temos da Lei 8.171/1991 – que trata das diretrizes da política agrícola e fixa os fundamentos, define os objetivos e as competências institucionais, prevê os recursos e estabelece as ações e instrumentos da política agrícola, relativamente às atividades agropecuárias, agroindustriais e de planejamento das atividades pesqueira e florestal –, as atividades do órgão responsável pela defesa agropecuária do estado previstas na Lei 17.026/2011, art. 3º, inc. III, e no Decreto 4.377/2012, artigos 5, inc. III, e 28, inc. III, para que a “defesa agropecuária” “promova” a preservação e “fiscalize” o uso do solo.