Afisa-PR

EUA proíbem o agrotóxico clorpirifós

A EPA, finalmente, atendeu a "Petição para revogar todas as tolerâncias e cancelar todos os registros para o agrotóxico clorpirifós" de 12 de setembro de 2007

 

 

Uma notícia1 da Human Rights Watch (HRW) informa que a Agência de Proteção Ambiental (EPA, na sigla em inglês, Environmental Protection Agency), em resposta a uma decisão do Tribunal de Apelações dos EUA para o Nono Circuito, proibiu o uso e o comércio nos EUA dos agrotóxicos à base do p. a. clorpirifós2,3.

A EPA atende a "Petição para revogar todas as tolerâncias e cancelar todos os registros para o agrotóxico clorpirifós" de 12 de setembro de 2007. A proibição nos EUA do p. a. clorpirifós  entrará em vigor daqui a seis meses.  

Para a HRW "banir o clorpirifos é uma ação importante para a saúde pública", porém, o longo tempo que levou para a aceitação das evidências científicas sobre os riscos do clorpirifós à saúde das pessoas, mostra que os EUA necessitam de "uma nova abordagem para a tomada de decisão regulatória sobre agrotóxicos". A HRW afirma que nos EUA o clorpirifos é apenas um dos mais de 100 agrotóxicos perigosos ou potencialmente perigosos atualmente comercializados e usados nos EUA.

Segundo a notícia a "exposição ao clorpirifos é associada a uma série de riscos à saúde das pessoas, incluindo disrupção endócrina, asfixia e impactos adversos no desenvolvimento fetal e infantil associados à exposição pré-natal” (males discriminados no requerimento à EPA de 2007). Porém, apenas na década seguinte esses riscos se tornaram mais evidentes.

 

 

Em 2015, a EPA reconheceu "que não poderia concluir que o uso do clorpirifos atendia aos padrões federais de segurança", no entanto, clorpirifós continuou autorizado para comércio e uso nos EUA por mais seis anos. "Durante esse tempo", escreveu o juiz Jed S. Rakoff em sua decisão de abril passado para o Nono Circuito ordenando que a EPA tomasse uma decisão final sobre a segurança do clorpirifós, "o flagrante atraso da EPA expôs uma geração de crianças (...) a níveis inseguros de clorpirifós".

 

 

 

Mother Jones: políticos norte-americanos contrários à proibição do clorpirifós receberam dinheiro da indústria de agrotóxicos

Com base na notícia DowDupont Lavishes Campaign Cash On Politicians Who Voted Against a Ban on its Blockbuster Pesticide (por Tom Philpott) do Mother Jones de 24 de maio de 2019, em março de 2017, no início da administração Trump, o então administrador da Agência de Proteção Ambiental (EPA) foi forçado por uma ordem judicial a decidir se honraria o plano desta agência proibir o agrotóxico clorpirifós, um inseticida de grande sucesso usado em uma variedade de culturas. Os próprios cientistas da EPA o consideram perigoso para o desenvolvimento do cérebro das crianças mesmo em níveis muito baixos de exposição. Mesmo assim, a EPA decidiu mantê-lo no comércio.

Nos EUA, desde então, a luta pelo banimento do agrotóxico clorpirifós foi transferida para seu Congresso. Um projeto de lei da Câmara que visava proibir o clorpirifós nos EUA, de janeiro deste ano, atraiu 107 deputados. Acontece que, de acordo com documentos protocolados na Comissão Eleitoral Federal dos EUA, entre os 330 deputados da Câmara que escolheram não patrocinar o projeto de proibição do clorpirifós, 118 arrecadaram desde 2017 um total de US$ 379.651 do seu fabricante. Dos 107 apoiadores do projeto de lei, apenas 10 receberam dinheiro do fabricante, num total de US$ 14.000.

 

 

_______

1 Human Rights Watch (HRW) & US Bans Toxic Pesticide on Food Crops [Long Chlorpyrifos Battle Highlights Need for Regulation Reform] (por Cara Schulte)

2 Agrotóxico (comercializado e usado nos cultivos de amendoim, aveia, banana, batata, café, centeio, citros, ervilha, feijão, grão-de-bico, lentilha, maçã, milho, soja, tomate, trigo, triticale etc.) com monografia "C20 - Clorpirfós" autorizada no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

3 Conforme a "LISTA DE AGROTÓXICOS APTOS PARA COMÉRCIO E USO NO PARANÁ" de 16 de agosto de 2021, o governo do Paraná autorizou até esta data 14 cadastros de comércio e uso no estado para as seguintes marcas comerciais de agrotóxicos à base do p. a. clorpirifós:

1 - Capataz

2 - Ciclone 48 EC

3 - Clopanto

4 - Clorpirifós 48 EC Gharda

5 - Clorpirifós Fersol 480 EC

6 - Clorpirifós Nortox EC

7 - Clorpirifós Sabero 480 EC

8 - GeneralBR

9 - Klorpan 480 EC

10 - Lorsban 480 BR

11 - Pyrinex 480 EC

12 - Record

13 - Sabre

14 - Wild

 

Modificado em 21-8-2021 em 09:11

 

Matérias relacionadas:

12-9-2021 - The Guardian & 'The harm to children is irreparable': Ruth Etzel speaks out ahead of EPA whistleblower hearing [The former EPA scientist is among five who have come forward alleging that the agency has become deeply corrupted]

21-8-2021 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: e as crianças daqui, como ficam? [Essa é a realidade de um serviço que deveria ser público!]

19-8-2021 - Sustainable Pulse & US EPA Bans Use of Neurotoxic Insecticide Chlorpyrifos on Food Crops [(...) Long-term studies have demonstrated conclusively that children exposed to chlorpyrifos in the womb suffer from higher rates of a broad range of developmental disorders, including reduced IQ and memory deficits, and attention deficit-hyperactivity disorder (ADHD). A ban on the pesticide is widely supported by the medical science community. (...)]

8-12-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR & União Europeia (UE) proibirá o comércio do agrotóxico clorpirifós [Agrotóxico clorpirifós: a European Food Safety Authority (EFSA) da UE identificou preocupações, amparadas por dados epidemiológicos, que envolvem malefícios genotóxicos e neurológicos em crianças]

21-7-2019 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Cientistas independentes alertam que o agrotóxico clorpirifós causa danos cognitivos em crianças ["Quanto vale a saúde do seu filho? A resposta vinda da administração da Agência de Proteção Ambiental dos EUA é: não muito." (Carey Gillam)]

9-11-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & O relatório da ONU contra os agrotóxicos não pode ser esquecido ["Usar mais agrotóxicos não tem nada a ver com a eliminação da fome. Segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), somos capazes de alimentar 9 bilhões de pessoas hoje. A produção está definitivamente aumentando, mas o problema é a pobreza, a desigualdade e a distribuição [de alimentos]". — Hilal Elver, relatora especial da ONU sobre o direito à alimentação | The UN report against pesticides can't be forgotten & "Using more pesticides has nothing to do with the elimination of hunger. According to the United Nations Food and Agriculture Organization (FAO), we're able to feed 9 billion people today. The production is definitely increasing, but the problem is poverty, inequality and distribution [of food]". — Hilal Elver, UN Special rapporteur on the right to food]