Afisa-PR

União Europeia (UE): novo relatório questiona modelo de criação intensiva de frango

Para o Eurogroup for Animals, um novo relatório da AgriBusiness Consulting, é "um argumento convincente para repensar completamente o modelo de criação intensiva de frango que predomina na União Europeia (UE) e que ameaça a saúde pública, polui o meio ambiente e pouco faz para respeitar o bem-estar animal". A criação intensiva de frango vincula-se à resistência de importantes bactérias a múltiplas substâncias antibióticas 

European Union (EU): new report Questions intensive chicken farming model & For Eurogroup for Animals, a new report by AgriBusiness Consulting, is "a strong argument to completely rethink the intensive chicken farming model that predominates in the European Union (EU) and threatens public health, pollutes the environment and Little does to respect animal welfare." Intensive chicken breeding is linked to the resistance of important bacteria to multiple antibiotic

 

Eurogroup intensive broiler animal welfare

Crédito Imagem: Eurogroup for Animals

 

A notícia New report demonstrates detrimental impacts of intensive broiler chicken farming on public health and the environment, besides animal welfare do Eurogroup for Animals de 16 de outubro de 2018, informa que um novo relatório da AgriBusiness Consulting é um “argumento convincente para repensar completamente o modelo de criação intensiva de frango que predomina na União Europeia (UE) e que ameaça a saúde pública, polui o meio ambiente e pouco faz para respeitar o bem-estar animal”.

O relatório, publicado menos de uma semana depois que o Parlamento Europeu instou a Comissão Europeia a lidar com os grandes desafios sociais causados ​​pela criação intensiva de frangos de corte, concentra-se nas principais questões decorrentes das práticas de produção avícola da UE. Depois de descrever essas práticas e reunir evidências sobre seu impacto, o relatório conclui que a criação intensiva de frangos de corte contribui para o atual aumento da resistência antimicrobiana e causa a degradação do meio ambiente, além de estar intrinsecamente ligado ao bem-estar animal.

De acordo com este novo relatório, práticas intensivas de criação de frangos de corte estão contribuindo para o aumento da resistência antimicrobiana (Antimicrobial Resistance - AMR) em bactérias de importância zoonótica, como Campylobacter spp., Salmonella spp. e Escherichia coli (E. coli/EFSA/ECDC, 2016). Segundo a notícia, a luta contra a resistência antimicrobiana continua a ser uma prioridade fundamental na UE, mas até o momento não foram tomadas quaisquer medidas pela Comissão Europeia para apoiar concretamente a adoção de normas legais mais elevadas de bem-estar animal em benefício da criação de frangos, como um meio importante para reduzir sua dependência ainda elevada dos tratamentos antimicrobianos. As bactérias zoonóticas que são tipicamente encontradas na criação intensiva de frangos estão a desenvolver resistência a múltiplas substâncias antibióticas que são importantes para a saúde humana, fato que impõe à Comissão Europeia a adoção de medidas urgentes em toda a indústria de criação de frangos.

Segundo a notícia, as substâncias antimicrobianas utilizadas em sistemas intensivos de criação de frango poluem o meio ambiente, visto que contaminam a água e o solo e que "de fato, estudos científicos recentes mostram que até 90% dos agentes antimicrobianos usados ​​na pecuária, incluindo frangos criados intensivamente, podem ser excretados no ambiente, causando mudanças na fisiologia da vida da água e constituindo uma outra via potencial" para o desenvolvimento da AMR.

Além disso, a criação intensiva de frangos é responsável por altas emissões de amônia, com efeitos negativos em animais e humanos, já que a amônia é absorvida pelo solo, água e vegetação. Conforme é destacado no relatório da AgriBusiness Consulting, a eutrofização, a subsequente perda de biodiversidade e emissões de gases de efeito estufa (Greenhouse Gas Emissions - GEE), são os principais problemas associados à deposição de amônia.

Para o Eurogroup for Animals, o bem-estar animal, nas condições de criação intensiva de frangos, é claramente ruim — principalmente devido à seleção de raças de animais para um crescimento extremamente rápido — "anda de mãos dadas com as consequências prejudiciais para a saúde pública e o meio ambiente". Fatores como altas densidades populacionais, a privação de qualquer possibilidade de expressar comportamentos naturais e altas concentrações de gases nocivos, contribuem para tornar os frangos de corte criados intensamente criados extremamente vulneráveis ​​a doenças. Consequentemente, esses animais "ainda precisam de uma quantidade significativa de antimicrobianos apenas para se manterem vivos".

"Apesar das evidências disponíveis sobre os efeitos prejudiciais de tais práticas agrícolas, sistemas intensivos de [criação de] frango respondem por mais de 90% de toda a produção na UE, e o setor está em constante expansão", diz Reineke Hameleers, diretora do Eurogroup for Animals. "Tendo em conta as implicações para o bem-estar dos animais, o [meio] ambiente e a saúde pública destacadas por este relatório, as instituições da UE têm o dever de desencorajar a criação intensiva. Aumentar o nível de bem-estar animal e apoiar a mudança para sistemas alternativos é fundamental para enfrentar os problemas em suas raízes".

A legislação da UE sobre o bem-estar dos frangos de corte não é, atualmente, "uma garantia de bem-estar animal, um fato que emerge claramente do próprio relatório de implementação da Comissão Europeia". Numa tentativa de reverter esta situação e de abordar com urgência as lacunas da legislação, o Parlamento Europeu votará uma proposta de resolução sobre esta questão a partir do dia 22 de outubro de 2018.

O Eurogroup for Animals espera que o relatório em questão "envie uma mensagem forte à Comissão, instando-a a apoiar sistemas alternativos e menos prejudiciais de criação de frangos de corte" a fim de que plantéis de frangos sejam mais robustos, menos suscetíveis a doenças e, consequentemente, precisem de menos antimicrobianos.

 

EUA: frigoríficos privatizados revelaram mais falhas na detecção de Salmonella na carne de frango

A notícia Privatized Inspection Plants Still Turning Out More Contaminated Chicken do Food & Water Watch de 18 de setembro de 2018 informa que os dados divulgados recentemente pelo Food Safety and Inspection Service (FSIS), vinculado ao USDA, bem como,  informações asseguradas pela Lei de Liberdade de Informação (FOIA)1, possibilitou ao grupo de defesa do consumidor Food & Water Watch revelar que os frigoríficos de abate de frango que se converteram em "modelo de inspeção privatizado", chamado nos EUA de  New Poultry Inspection System (NPIS), continuam a mostrar uma maior probabilidade de falhar no padrão de desempenho do governo para Salmonella do que as plantas que ainda usam o modelo público de inspeção agropecuária.

"Na época em que o NPIS foi proposto em 2012, as autoridades do USDA alegaram que o esquema de inspeção privatizado reduziria os níveis de patógenos em aves de criação. Parece que o oposto está acontecendo", disse Wenonah Hauter, diretora executiva da Food & Water Watch. "Alguns dos grandes participantes do processamento de [carne de] aves optaram por seguir a rota de ["inspeção" privada] desregulamentação, e parece que eles não são confiáveis para se [auto]policiarem. É hora de o FSIS parar a conversão [da privatização] de qualquer outro frigorífico, porque os próprios dados deste Serviço mostram que o NPIS não entrega alimentos mais seguros".

"Na época em que o NPIS foi proposto em 2012, as autoridades do USDA alegaram que o esquema de inspeção privatizado reduziria os níveis de patógenos em aves de criação. Parece que o oposto está acontecendo", disse Wenonah Hauter, diretora executiva da Food & Water Watch. "Alguns dos grandes participantes do processamento de [carne de] aves optaram por seguir a rota de ["inspeção" privada] desregulamentação, e parece que eles não são confiáveis para se [auto]policiarem. É hora de o FSIS parar a conversão [da privatização] de qualquer outro frigorífico, porque os próprios dados deste Serviço mostram que o NPIS não entrega alimentos mais seguros".

Os frigoríficos que adotaram o NPIS possuem menos inspetores públicos do FSIS & USDA na linha de abate, e a maioria das tarefas de inspeção é transferida para os funcionários dos próprios frigoríficos. Sob inspeção pública, pode haver até quatro inspetores do governo designados para uma linha de abate com cada um deles responsável por avaliar até 35 carcaças de aves por minuto. Sob o NPIS, há apenas um inspetor do governo designado para a linha de abate e ele é responsável por inspecionar até três aves por segundo.

Em 14 de setembro, o FSIS publicou seus mais recentes dados regulamentares de testes de Salmonella para carcaças de aves por frigorífico.  De um total de 205 plantas de frango listadas, 189 plantas tinham dados suficientes para avaliar se elas atendiam ao padrão de desempenho de Salmonella. De acordo com os dados do USDA:

1 Trinta e quatro frigoríficos falharam no padrão de desempenho de detecção de Salmonella.

1.1 Dezesseis desses frigoríficos já haviam se convertido no sistema privatizado NPIS; mais dois estavam listados para futura conversão.

1.2 Dezoito das frigoríficos que falharam no padrão de desempenho de detecção de Salmonella estavam usando o modelo tradicional de inspeção.

2. Cinquenta e cinco frigoríficos de frango haviam se convertido no sistema privatizado NPIS a partir de maio de 2018.

2.1 Quase um terço das plantas privatizadas sob NPIS (29%) falhou no padrão de desempenho de detecção de Salmonella, em oposição a 13% das 134 plantas sob inspeção pública (sem o NPIS) que falharam neste padrão.

 

Notícias vinculadas:

s/d - Proteção Animal Mundial (World Animal Protection) & Botando ordem no galinheiro [As gigantes do fast-food estão negligenciando o bem-estar dos frangos. Nosso novo ranking mostra como elas estão se saindo. Confira aqui o relatório completo]
 
 
 
 
10-12-2018 - Food & Environment Reporting Network & Is the egg toast? [With its price up and its image down, the industrial egg is starting to crack]
 
27-11-2018 - Eurogroup for Animals & The True cost of poor farm animal welfare: tons of animal feed contamined with antimicrobial resistance genes [The contamination of several thousands of tons of animal feed with a genetically-modified vitamin causing antimicrobial resistance is yet another evidence of the risks factory farming poses to animal and human health. The intensive livestock sector’s overreliance on feed supplements to ensure the survival of animals kept in conditions unnatural to their species proves to be unsustainable. This scandal reinforces the urgent need to reform European animal agriculture towards more humane, safer systems that benefit both the animals and the general public]
 
8-11-2018 - The Poultry Site & California votes: hens must be cage-free by 2022 [California voters overwhelmingly approved a measure Tuesday requiring that all eggs sold in the state come from cage-free hens by 2022]
 
s/d - AP News & California makes cage-free hens a state law [California voters overwhelmingly approved a measure Tuesday requiring that all eggs sold in the state come from cage-free hens by 2022. Proposition 12 also bans the sale of pork and veal in California from farm animals raised in cages that don’t meet the new minimum size requirements. That means the Golden State’s new rules will apply to farmers nationwide whose eggs, veal and pork are sold in California]
 
26-10-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Segurança alimentar: alimentos inseguros custam US$ 110 bilhões por ano aos países de baixa e média renda [Estudo do Banco Mundial: seu economista agrícola líder e co-autor do estudo, Steven Jaffee, afirmou que os governos dos países de baixa e média renda — caso do Brasil, citado nesse estudo — precisam ser mais inteligentes para investir em segurança alimentar e monitorar o impacto das intervenções que fazem & Food security: Unsafe food costs US $110 billion per year to low and middle-income countries & World Bank Study: it´s leading agricultural economist and co-author, Steven Jaffee, said the governments of the low-and middle-income countries — the case of Brazil, cited in this study — need to be smarter to invest in food security and Monitor the impact of interventions that make]
 
27-10-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & UE: eurodeputados aprovam proposta de regulamento que limitará o uso de antibióticos em animais [Importações de produtos de origem animal pela União Europeia (UE): contra a proliferação das superbactérias, proposta de regulamento do Parlamento Europeu e do Conselho impedirá o uso de antibióticos "como promotores de crescimento" em animais de criação. A UE, com essa medida, alerta os países altamente dependentes de exportação da carne e seus derivados, notadamente, os que "compensam sua pecuária de baixa qualidade" & EU: MEPs approve proposal for a regulation that will limit the use of antibiotics in animals & Imports of products of animal origin by the European Union (EU): Against the proliferation of Superbacteria, proposal for a regulation of the European Parliament and of the Council will prevent the use of antibiotics "as growth promoters" in breeding animals. The EU, with this measure, alerts highly dependent countries of exporting meat and its derivatives, notably those that "compensate for low-quality livestock"]

19-10-2018 - Poultry World & Intensive broiler farming, rise in antimicrobial resistance [Intensive broiler rearing practices in the EU is contributing to the rise in antimicrobial resistance in bacteria of zoonotic importance, a new report has claimed]

Outubro/novembro/2018 - Food Safety Magazine & Antibiotic-Free Production and Broiler Chicken Meat Safety

18-10-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & EUA: surto de Salmonella resistente a antibióticos e contestado déjà vu como "política de segurança alimentar" [Lições a serem aprendidas: é preciso pode contar com uma fiscalização agropecuária pública plena e de excelência; é preciso valorizar o fiscal agropecuária público; é preciso contestar a inconstitucional e ilegal privatização em detrimento da fiscalização pública de produtos de origem animal — já levada a cabo em alguns estados, inclusive, no Paraná — e é preciso resguardar a segurança alimentar da população]

18-10-2018 - Food Safety News & Lawmaker says new outbreak shows USDA, poultry industry need to act [Five years after U.S. representatives wrote to the USDA about the agency’s “unacceptable” response to Salmonella outbreaks traced to chicken, one of the lawmakers says déjà vu is not acceptable as a food safety policy]

16-10-2018 - Eurogroup for Animals & New report demonstrates detrimental impacts of intensive broiler chicken farming on public health and the environment, besides animal welfare [A new report of AgriBusiness Consulting makes a compelling case for a complete rethinking of the industrial intensive chicken production model that predominates in the EU and that threatens public health, pollutes the environment, and does little to respect animal welfare]

17-10-2018 - Food Safety News & Raw chicken sickens 92 with antibiotic-resistant Salmonella [Federal official are investigating an outbreak of antibiotic-resistant Salmonella that has sickened at least 92 people and had been traced to raw chicken from multiple sources and sold under various brands]

27-9-2018 - Food Safety News & Fipronil and Salmonella lead notifications in RASFF report [Fipronil in eggs and Salmonella in poultry meat from Brazil dominated information exchanges between European countries in 2017, according to the annual Rapid Alert System for Food and Feed (RASFF) report]

26-9-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Carne de frango com Salmonella: relatório do RASFF da Comissão Europeia elencou o Brasil como "top 10" de rechaços nas fronteiras da UE [Brasil: "Top 10 - number of notifications by country of origin". É preciso fiscalização agropecuária pública — credibilidade e confiabilidade — plena e de excelência. É preciso valorizar o fiscal agropecuário público]

26-9-2018 - Poultry World & Poultry issues dominate European Commission Rapid Alert System for Food and Feed annual report [Poultry issues across Europe led to a large number of alerts recorded by the European Commission’s Rapid Alert System for Food and Feed (RASFF), according to its annual report, released this week]

24-9-2018 - Sustain & US farms still using antibiotics which are 'crucial' for human health [Meat sample tests show that powerful antibiotics which should be reserved for human health are being used on livestock farms across the US despite rules being brought in last year to limit their use]

19-9-2018 - The Guardian & Crucial antibiotics still used on US farms despite public health fears [Tests at meat packing plants show no reduction in drugs, a year after new rules to clamp down on overuse]

European Commission’s Rapid Alert System for Food and Feed (RASFF) & New publication: the 2017 RASFF annual reporter [The 2017 RASFF annual reports provides a profound insight into the activity of the RASFF in 2017. The data on the notifications by the Member States are analysed and presented by country, type of food and type of hazard]

16-9-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: a mudança de comando na DG(SANTE) da Comissão Europeia [Sem que se garanta plena credibilidade e confiabilidade —  que só a fiscalização agropecuária pública pode oferecer, para o desgosto dos neoliberais brasileiros —, o Brasil pode enterrar suas expectativas de "retomar a exportação" a pleno vapor de proteína animal para a União Europeia (UE). A intenção de privatizar a fiscalização agropecuária pública está absolutamente fora de cogitação/Opinion of the Direx: the change of command in DG (SANTE) of the European Commission to ensure full & Without credibility and reliability — that only agricultural public inspection oversight can offer, to the chagrin of the Brazilian neo-liberal —, the Brazil can bury their expectations of "resume export" the full blast of animal protein to the European Union (EU). The intention to privatize agricultural public inspection is absolutely out of the question]

2-9-2018 - Food Safety News & Publisher’s Platform: Isn’t it time to ban chicken poop from chicken?

s/d - Autoridade de Segurança Alimentar e Econômica da República Portuguesa & Relatório sobre o aumento invulgar de infeções humanas por Salmonella Mikawasima

1-9-2018 - Food Safety News & Rare Salmonella strain sickens 50 in five EU countries

31-8-2018 - The Poultry Site & One death in recent outbreak of Salmonella

31-8-2018 - Food Safety News & Audit finds Polish food companies’ tests for Salmonella 'practically ineffective'

Feedback period 19 July 2018 - 16 August 2018 - European Commission & Certain methods for Salmonella testing and sampling in poultry

15-8-2018 - Food Safety News & More people sick in Salmonella outbreak traced to raw, frozen chicken products

15-8-2018 - GlobalMeatNews & Brazilian poultry refused entry by key international markets [Brazilian poultry has had another after 10 consignments of frozen chicken were rejected by border controls in the UK, the Netherlands and Germany] 

Feedback period 19 July 2018 - 16 August 2018 - European Commission & Certain methods for Salmonella testing and sampling in poultry

31-7-2018 - Food Safety News & EU seeks public comments on draft regulation for Salmonella [The European Commission has called for feedback on the draft of a regulation concerning Salmonella testing and sampling in poultry]

25-7-2018 - Food Safety News & Brazil calls for end to European Union’s poultry restrictions

22-7-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & O Brasil é considerado um país-chave no mercado mundial de carne [Porém, o Brasil, ao invés de se preparar para se fixar cada vez mais e de se  manter com sucesso no mercado global de carne, optou por ser “colecionador” de suspensões, embargos e bloqueios]

16-5-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & As vulnerabilidades globais contra a exportação da carne [Os investidores da indústria da carne, se querem proteger seus ativos, devem exigir um maior progresso em questões como segurança alimentar, antibióticos e bem-estar animal. A Afisa-PR acrescenta à análise a imperiosa e inevitável promoção, por parte do Poder Público, de fiscalização agropecuária pública autônoma, real, plena e de excelência — e não a restrita à “propaganda de governos em turno”; prejudicada pela interferência da política partidária (nomeações de comissionados de confiança); minada pela ingerência do setor privado; adulteração da segurança alimentar como “lógica de mercado”; sucateada pela falta de investimento público adequado; falta de política pública de Estado eficiente, permanente e de longo prazo etc.]